6 impostos que uma ME precisa ter em dia

Por: | Data: agosto 23, 2021

contabilidade digital

Há assuntos bem complicados e burocráticos na hora de se abrir um CNPJ. Conforme o enquadramento tributário e o tipo de atividade desempenhada, o dono da empresa deverá realizar mais ou menos processos para mantê-la sempre em dia.

Quando se abre uma microempresa (ME), há diversas dúvidas sobre os procedimentos a serem adotados neste enquadramento tributário. De forma diferente dos microempreendedores individuais (MEI), que têm uma guia de impostos com o valor já fixado, as microempresas recolhem os impostos separadamente.

Apesar de ser um enquadramento relativamente simples e ideal para empreendedores que tem até R$ 360.000,00 de renda bruta anual, diversos donos de microempresas têm dúvidas sobre os impostos que devem ser mantidos em dia.

Neste post, falaremos sobre os 6 impostos que uma ME deve sempre ter em dia e daremos algumas boas dicas sobre contabilidade digital para que você não atrase suas contas. Leia mais a seguir e aproveite!

Quais impostos uma microempresa paga?

Apesar de parecer um tema de difícil compreensão, explicaremos de forma simplificada os impostos que você, dono de ME, precisa ter em dia para que o seu negócio funcione adequadamente e sem erros.

Os principais impostos que uma microempresa paga são:

1. Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

Se calcula sobre o faturamento da ME, e destina-se, como o próprio nome fala, ao Financiamento da Seguridade Social. Os valores variam a depender da opção pelo Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

2. Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL)

A contribuição em questão se presta a financiar a Seguridade Social, e é calculada com base nos lucros líquidos de cada empresa. Depende, também, das atividades desempenhadas.

3. Contribuição Previdenciária Patronal (CPP)

Baseia-se na folha de pagamento o cálculo desta contribuição. Tem um valor fixo de 20% para todos os regimes tributários, com exceção do Simples Nacional.

contabilidade digital

4. Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)

Quem é Pessoa Jurídica (PJ) deve pagar este imposto, referente aos lucros obtidos nos 12 meses anteriores. Quem opta pelo Simples Nacional, paga uma porcentagem extra no caso de seu lucro superar R$ 20.000,00 mensais, nos 12 meses anteriores. Já quem é optante do Lucro Real e Lucro Presumido, o valor máximo muda de acordo com as atividades e declara os valores trimestralmente.

5. Programa de Integração Social (PIS)

Um dos mais famosos, o Programa de Integração Social visa financiar o pagamento de seguros-desemprego e abono salarial. O percentual de cobrança varia a depender do enquadramento tributário, ficando em 0,65% para Lucro Presumido, 1,65% para Lucro Real e, para o Simples Nacional, o valor varia.

6. Imposto sobre Serviços (ISS)

O ISS é um imposto municipal, calculado sobre os serviços que são oferecidos pelo empreendimento. Portanto, seu valor é variável.

Como percebemos, o regime tributário influencia (e muito) na hora de pagar impostos. Seja optante do Lucro Real, Lucro Presumido ou do Simples Nacional, é importante que este enquadramento seja feito de forma correta. Por isso, é essencial ter a ajuda de uma contabilidade digital, para que você possa ter certeza de que está abrindo sua empresa de forma adequada, do conforto de sua casa.

Vale também ressaltar que as empresas que optam pelo Simples Nacional têm a facilidade de pagar a maioria destes tributos no DAS, o Documento de Arrecadação do Simples Nacional.

Por que você deve contar com a ajuda de uma contabilidade digital?

Ter paciência para lidar com os assuntos de sua empresa e, de quebra, manejar todos os cálculos de alíquotas referentes a impostos não é tarefa fácil. Por isso, é importante contar com ajuda especializada nessa hora.

Ao ter uma contabilidade digital de confiança, você pode relaxar e saber que sua empresa e seu patrimônio estarão sendo bem cuidados, de forma que você tenha mais tempo para investir no desenvolvimento de seu negócio.

Toda microempresa necessita de um bom planejamento para crescer; e deixar de pagar algum daqueles impostos vai possivelmente prejudicar este crescimento. Conte sempre com uma boa contabilidade digital para evitar problemas. Convidamos você a conferir como uma contabilidade digital pode auxiliar a sua empresa!

 

Tags: