Como Abrir Uma Empresa Em 2021: Passo a Passo

Por: | Data: abril 30, 2021

Como Abrir Uma Empresa Em 2021: Passo a Passo

Para muitas pessoas momentos de crises econômicas podem trazer uma oportunidade ideal para o nascimento do tão sonhado negócio próprio. Se esse é o seu caso, e em 2021 você decidiu que é a hora de abrir sua empresa própria, o Já Calculei vai te dar uma mãozinha e te mostrar o caminho de como abrir seu negócio.

Depois de tomada a decisão, é hora de começar os primeiros passos a serem seguidos para abrir uma empresa. Buscar a ajuda de um contador é um primeiro passo importante, e que pode facilitar todos os outros. Hoje em dia, os escritórios de contabilidade online tornaram este tipo de assessoria muito mais simples e acessível, valendo ainda mais a pena. Os passos seguintes a eles são:

 

Decidir qual a atividade sua empresa vai exercer;

– Descobrir em qual tipo de empresa essa atividade se encaixa;

– Definir qual será o regime jurídico adotado;

– Eleger o regime tributário;

– Montar o Contrato Social da empresa;

– Levar os documentos necessários até a Junta Comercial;

– Conseguir os alvarás e certificados necessários para abertura do negócio;

– Fazer a inscrição estadual e a inscrição municipal caso necessário.

 

Vamos entrar em detalhes em alguns destes tópicos mais importantes, para quando você acabar essa leitura já estar pronto para começar a tirar seu sonho do papel.

 

Quais os tipos de empresa e qual delas você deve abrir

 

Existem alguns tipos de empresa, se você é leitor aqui do blog do Já Calculei sabe quais são! Os tipos de empresa mais conhecidas que você pode escolher quando está abrindo o seu negócio são: MEI, ME ou a EPP.

O MEI é o Microempreendedor Individual, esta é uma categoria mais simples, que tem que algumas limitações. Na ME e no EPP você pode ter mais flexibilidade, mas terá de ter mais investimento e lucro. Vamos descobrir qual é o tipo de empresa que vai se encaixar melhor nas suas necessidades:

 

Microempreendedor Individual – MEI

 

O MEI foi criado para regularizar empresários que trabalham por conta própria, também conhecidos como autônomos. É necessário o pagamento de uma taxa mensal, cerca de R$60,00, e a empresa tem direito a um CNPJ, passa a contribuir para o INSS e pode emitir notas fiscais.

Nesta modalidade de empresa só é possível fazer a contratação de um funcionário CLT, e não se pode ter sócio, já que é uma empresa individual. É muito importante ficar de olho no faturamento máximo anual do MEI, que é de R$81.000,00. É o valor deste faturamento que indica qual modalidade a empresa vai se encaixar.

 

Microempresa – ME

 

Uma ME pode dar mais possibilidades ao empresário, primeiro que o quadro societário da empresa pode ser composto por mais de uma pessoa, e podem empregar até 19 funcionários CLTs, além do teto do faturamento anual ser consideravelmente maior do que no MEI. No caso do ME o valor é de R$360 mil por ano.

Aumentando o valor do faturamento permitido, aumentam os impostos também. Um negócio que se enquadra no ME já pode fazer parte do Simples Nacional, que simplifica muito a vida do empresário ao unificar 8 impostos em apenas guia mensal chamada DAS.

 

Empresa de Pequeno Porte – EPP

 

A terceira modalidade que temos aqui é a EPP, as empresas que podem escolher este título são as que tem o faturamento entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões ao ano. Uma EPP pode empregar até 49 CLTs. Elas também podem se beneficiar do simples Nacional.

 

Regime Tributário

 

Está aí um assunto que parece complicado, e por isso assusta muita gente, os Regimes Tributários. Se você é uma destas pessoas, o Já Calculei tem mais uma dica: busque um escritório de contabilidade online, que estará sempre a disposição para tirar suas dúvidas sobre estes e outros assuntos.

O regime tributário é realmente um assunto importante, isto porque é através deles que é definido o quanto de imposto cada empresa terá de pagar. Então, no momento de abrir sua empresa, este é um ponto que você terá de ter bastante atenção. Temos o Simples Nacional, o Lucro Presumido e o Lucro Real, cada um com suas especificações próprias.

 

Simples Nacional

 

É o regime que unifica os oito impostos que são pagos pelos empresários em uma só guia, a DAS, o que facilita bastante suas vidas. Mas para aderir a este regime a empresa tem que faturar menos de R$ 4,8 milhões por ano.

 

Lucro Presumido

 

Por aqui, os valores dos impostos são baseados nos lucros da empresa. Sendo assim, é preciso ter muita atenção na quantidade de impostos pagos x quanto a empresa está lucrando.

 

Lucro Real

 

O Lucro Real é o regime obrigatório para as empresas com receitas brutas acima de R$ 78 milhões por ano. São definidas alíquotas para que o pagamento dos impostos seja baseado no lucro líquido da empresa.

 

Um contador de confiança

 

Você vai precisar dar mais alguns passos, como dar entrada na Junta Comercial da sua cidade e obter o Alvará de Funcionamento junto a Prefeitura. São burocracias onde a presença de um bom contador é essencial, pois será feita a conferência de todos os documentos, evitando problemas futuros.

O espaço aqui é pequeno e não dá para gente detalhar cada parte do processo de abertura da empresa, essa é uma das funções da nossa equipe aqui do Já Calculei. Além disso, emitimos todos os documentos necessários pelos órgãos públicos, e fornecemos as orientações e acessórias para você começar sua empresa. E o melhor? Tudo sem sair de casa!  Contabilidade online para você abrir sua empresa com mais rapidez e praticidade. Entre em contato com a gente!