Aprenda como definir o ramo de atividade da empresa

Por: | Data: julho 14, 2020

ramo de atividade da empresa

Escolher o ramo de atividade da empresa é o primeiro passo em uma jornada empreendedora. Seja por necessidade, seja para aproveitar uma oportunidade de negócio, o certo é que, quanto mais criterioso você for nesse momento, melhor.

Para ajudar nessa missão, este artigo tem como objetivo mostrar o que deve ser considerado ao decidir o tipo de empresa a ser aberta. Vá em frente e descubra como dar vida àquela ideia que você tem há tempos, mas que nunca soube como tirar do papel!

Qual o setor de atuação?

Embora a decisão por um ramo de atividade da empresa seja individual — ou em grupo, no caso de uma sociedade — basear-se pelos setores de uma economia ajuda bastante. Afinal, não há país, estado ou município que sobreviva sem esses três setores bem desenvolvidos.

De qualquer forma, lembre-se que, seja qual for a sua escolha, é importante fazer um plano de negócios, certo?

Extrativista

As atividades agrícolas, de caça, pesca e manejo sustentável são alguns dos exemplos de atividades do setor extrativista, também conhecido como setor primário.

Normalmente, pessoas que vivem em zonas rurais começam empreendendo por aqui, atuando basicamente como fornecedores de gêneros alimentícios ou de matérias-primas.

Industrial

O setor industrial atua a partir dos insumos extraídos ou coletados pelo setor primário. Aqui está todo tipo de fábrica cuja finalidade é a transformação de matérias-primas em produtos. Exemplos disso são as fabricantes de calçados, vestuários, automóveis e eletrônicos, entre outras.

Comercial ou prestação de serviços

Nos grandes centros urbanos, o setor mais aberto às oportunidades é o de prestação de serviços, ou comercial. Afinal, para entrar nesse setor, não é necessário dispor de grandes terrenos ou instalações e maquinário.

É o que fazem, por exemplo, pessoas que abrem um pequeno comércio aproveitando um espaço na garagem. O mesmo se aplica àquelas que se dedicam a trabalhar com um ponto fixo na rua.

O que levar em consideração?

Agora que você entende como uma economia se organiza, fica mais fácil identificar um nicho de mercado. Tudo vai depender dos fatores que apresentaremos a seguir.

1- Suas preferências

Por mais que toda profissão possa ser aprendida, é fato que todos nós nos identificamos com um ramo de atividade. Sendo assim, se você acredita que pode se dar bem com vendas, vá em frente e avance no terceiro setor.

Por outro lado, caso você prefira construir, reformar ou consertar, por exemplo, então talvez a atividade industrial seja a ideal.

2- Conhecimento da área

Só o fato de preferir uma determinada atividade não basta. Afinal, seus conhecimentos sobre uma profissão são tão importantes quanto o seu gosto. Sendo assim, se você é bom em carpintaria, por exemplo, já tem meio caminho andado para empreender nessa área.

3- Público consumidor

Na região em que você está pensando em atuar existe demanda de clientes para os serviços ou produtos que serão oferecidos? Para ajudar a responder essa pergunta, um bom ponto de partida é consultar o censo do IBGE ou levantamentos feitos pela prefeitura.

Dessa forma, é possível conhecer o perfil demográfico do local onde seu negócio estará localizado. Por exemplo, se você pretende vender produtos para o público mais jovem, as chances serão melhores onde a proporção de idosos e pessoas de meia idade for menor, entendeu?

4- Investimento de longo prazo

Por fim, mas não menos importante, é preciso calcular bem quanto você tem para investir. Afinal, uma empresa gera custos e, por alguns meses, seu faturamento será usado, basicamente, no pagamento de contas.

Por isso, faça os cálculos e veja se seu seu capital é suficiente para se manter em atividade nesse período. É melhor evitar fazer empréstimos bancários, mas, se essa for a única opção, pesquise para pagar a menor taxa de juros possível.

E aí, ficou mais claro como se faz para definir o ramo de atividade da empresa? Seja qual for o seu ramo, cuide sempre da parte financeira e dos impostos, já que a sobrevivência do seu negócio depende disso. Sucesso para você!

Para receber nossas dicas em primeira mão, siga a gente nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Instagram, no Twitter e no LinkedIn!

Links alternativos:

Contabilidade online
Blog
Planos e Preços
Área do Cliente
Contato

Tags: