Simples Nacional: Qual a importância de um contador?





Simples Nacional: Qual a importância de um contador?

Por: | Data: março 30, 2022

Simples Nacional- Qual a importância de um contador?

As empresas, por menores que sejam, precisam da ajuda de um profissional especial: o contador. Ele acompanha toda a jornada do negócio, desde a abertura até o eventual encerramento.

Para os microempreendedores individuais e microempresários, cuidar das questões fiscais e tributárias é muito importante, mesmo considerando que os processos são mais simples.

O contador, como sempre, dá sua relevante contribuição. Veja como esse profissional vai ajudar você em sua gestão do Simples Nacional. O SN é o regime tributário dos MEIs e o mais adotado pelas empresas de micro e pequeno porte!

Contabilidade nas microempresas

Para as microempresas, a contabilidade é tão importante como para qualquer outra empresa, de qualquer tamanho.

Nem sempre convém ter um contador interno devido aos investimentos necessários para montar um setor específico, ou seja, talvez a terceirização seja a melhor solução.

Vale lembrar que a empresa não deve se preocupar somente com a contabilidade, mas com questões fiscais e trabalhistas, que também são obrigatórias.

Finalmente, devemos lembrar que os serviços contábeis são obrigatórios para toda empresa formalizada, ou seja, que tenha um CNPJ.

Contador para Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário que reúne em apenas uma guia os oito tributos principais que uma empresa deve pagar: INSS, PIS, Cofins, ICMS, ISS, IPI, CSLL e IRPJ.

Mas, apesar da praticidade no pagamento dos impostos, a empresa que adota esse regime deve cumprir diferentes obrigações. Nesse sentido, o contador dará um excelente suporte ao empreendedor:

Escrituração fiscal

Uma das obrigações de uma empresa do SN é declarar aos órgãos de fiscalização os faturamentos, as transações e os impostos. Trata-se de uma obrigação que a empresa tem com o governo para que ela se mantenha funcionando de forma saudável, dentro da legalidade.

A digitalização dos processos contábeis, implementada pela Receita Federal, substituiu a antiga papelada de escrituração fiscal. Essa mudança aconteceu devido ao SPED (Sistema Público de Escrituração Digital).

Contabilidade Online

Livros fiscais e contábeis

Empresas do Simples Nacional devem manter o controle e o registro das operações. Para isso, são usados os livros Razão, Diário, Caixa e outros.

O contador atualiza os livros com cuidado, de modo que as atividades financeiras fiquem bem claras para o fisco. Erros de registro produzem incoerências e problemas.

Caged

A empresa também é obrigada a fazer o registro de admissões e demissões de empregados contratados de acordo com o regime da CLT.

Assim, o Estado forma um banco de dados com informações que serão usadas para pesquisas, estudos, projetos, iniciativas visando ao mercado de trabalho.

O registro é feito no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que a empresa deve apresentar todos os meses.

O cadastro ainda serve para garantir um direito fundamental do funcionário: o seguro-desemprego.

RAIS

O RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) é uma ferramenta que coleta dados e foi instituída pelo Governo Federal, sendo que um dos objetivos é manter controle sobre a atividade trabalhista no Brasil. Outros objetivos se referem a registros dos benefícios da Previdência e do FGTS.

Baseando-se no RAIS, todas as informações referentes às finanças da empresa são calculadas, o que significa que o contador tem uma grande responsabilidade.

Enfim, é fundamental que a empresa sob o regime Simples Nacional tenha o apoio de um contador qualificado, especializado no SN e em prestar atendimento a microempreendedores, microempresas e pequenas empresas.

Já tem um contador prestando assistência ao seu negócio? Então, entre em contato conosco. A Já Calculei terá o maior prazer em prestar os esclarecimentos que você precisar.