Como abrir uma pequena empresa? Abrir empresa grátis





Como abrir uma pequena empresa

Por: | Data: outubro 8, 2021

Como abrir uma pequena empresa

Deseja saber tudo sobre como abrir uma pequena empresa? Então, você chegou ao lugar certo!

Neste conteúdo, vamos apresentar um passo a passo completo para abertura de pequenos negócios.

Aqui você vai conferir tudo o que é preciso para abrir uma pequena empresa, incluindo um passo a passo completo, os documentos necessários e também quanto custa para abrir uma pequena empresa.

Pensando em como abrir uma pequena empresa? Conte conosco, vamos ajudar você, confira o passo a passo completo!

Como abrir uma pequena empresa: Planejamento e estrutura

Quando pensamos em como abrir uma pequena empresa, logo pensamos no CNPJ, no Alvará de Funcionamento e demais documentos necessários para o funcionamento do negócio.

No entanto, quando o assunto é como abrir uma pequena empresa, não podemos deixar de lado o planejamento e a estrutura do negócio.

Abrir uma empresa sem um bom planejamento é arriscado e pode resultar em prejuízos futuros, sendo assim, confira as dicas que separamos para você em relação ao planejamento da sua empresa.

Abrir Empresa

Na sequência, também apresentaremos o passo a passo completo para legalização do seu negócio.

1.Plano de negócios para pequena empresa

Montar um plano de negócios é o primeiro passo quando o assunto é como abrir uma pequena empresa.

Com um plano de negócios em mãos, as chances de montar o negócio que você sempre sonhou e obter o retorno esperado são muito maiores.

Em um plano de negócios, você terá acesso a uma série de informações importantes sobre os seus concorrentes, o mercado e também sobre a sua futura empresa.

Dentre as informações que não podem faltar em um bom plano de negócios, podemos destacar:

  • Estudo de concorrentes;
  • Capital inicial investido no negócio;
  • Produtos e serviços a serem ofertados;
  • Público-alvo da empresa;
  • Localização ideal do negócio;
  • Previsão de receitas e despesas;
  • Plano de marketing da empresa;
  • Relação de fornecedores;
  • Dentre outros itens.

2.Localização ideal para o negócio

Durante a fase de planejamento para o novo negócio, também precisamos levar em consideração a localização ideal para a empresa.

Para isso, é preciso estudar o posicionamento dos concorrentes, as regiões da cidade com maior fluxo de pessoas e facilidade de acesso.

Nessa etapa, também é preciso verificar os custos para locação dos potenciais imóveis para instalação da empresa e as necessidades de reforma.

3.Estrutura para funcionamento da empresa

Quando o assunto é como abrir uma pequena empresa, também precisamos levar em consideração os custos com a estrutura do novo negócio, incluindo:

  • Balcão de atendimento;
  • Computadores;
  • Expositores;
  • Dentre outros itens.

A estrutura básica para montagem de um pequeno negócio, pode variar bastante de acordo com o tipo de atividade da empresa.

Quem pretende abrir um restaurante, por exemplo, terá custos com a aquisição de geladeiras, freezers, fogão, utensílios de cozinha, mesas e cadeiras.

Por sua vez, quem pretende abrir uma loja de roupas, terá custos com vitrine e armários e araras para exposição dos produtos.

4.Fornecedores para uma pequena empresa

Antes de abrir uma pequena empresa, defina quais serão os seus fornecedores.

Procure referências, e firme parceria com fornecedores que ofereçam benefícios para a sua empresa, incluindo, entrega rápida, pedido mínimo reduzido, produtos de qualidade e maior prazo para pagamento.

Vale destacar que quando o assunto é como abrir uma pequena empresa, encontrar bons fornecedores é fundamental.

5.Monte um plano de marketing

Como já dizia o ditado, “a propaganda é a alma do negócio”, sendo assim, todo empreendedor que pretende montar um negócio de sucesso precisa pensar no marketing.

Para gerar vendas e conquistar bons resultados, a sua empresa precisa ser descoberta pelo seu público-alvo.

Portanto, monte um bom plano de marketing e divulgue a sua empresa em vários canais, dentre eles, as redes sociais.

Como abrir uma pequena empresa: Legalização

Você já conferiu uma série de dicas sobre como abrir uma pequena empresa, e tem tudo para montar um negócio de sucesso.

Sendo assim, agora é hora de conferir o passo a passo com todos os registros e documentos necessários para regularizar a sua empresa, veja:

1.Contrate um contador

Contratar um contador é o primeiro passo quando o assunto é como abrir uma pequena empresa.

O contador é o profissional responsável por cuidar de todos os trâmites para registro e regularização de um novo negócio perante o fisco.

Ainda não contratou um contador? Venha para a Já Calculei, aqui você encontra serviços completos e mensalidade reduzida, veja como é fácil:

  • Efetue o seu cadastro em nosso chatbot, clicando aqui;
  • Escolha o plano ideal para as suas necessidades;
  • Efetue o pagamento da primeira mensalidade.Abrir Empresa

2.Separe os documentos necessários

Após contratar um serviço de contabilidade, separe os documentos necessários para abrir uma pequena empresa:

  • RG e CPF do empresário individual ou dos sócios;
  • Comprovante de Residência do empresário ou dos sócios;
  • Inscrição Imobiliária ou Carnê IPTU do ponto comercial;
  • Contrato Social ou Requerimento de Empresário Individual em três vias;
  • FCN (Ficha de Cadastro Nacional) modelo 1 e 2, em uma via.

Dentre os documentos listados acima, temos aqueles de ordem pessoal, como RG, CPF e Comprovante de Residência, e além deles os documentos da futura empresa, como o Contrato Social, o Requerimento de Empresário e a Ficha de Cadastro Nacional.

Por sinal, são justamente os documentos da empresa que costumam gerar mais dúvidas nos empreendedores.

A boa notícia é que clientes Já Calculei não precisam se preocupar com isso, pois o nosso time de contadores está preparado para fornecer todas as orientações e esclarecer qualquer tipo de dúvida.

3.Defina a natureza jurídica da empresa

Para abrir uma pequena empresa, com o suporte e assessoria da contabilidade, o empreendedor precisa definir qual é a melhor natureza jurídica para o seu negócio.

No Brasil, temos muitas opções em natureza jurídica (tipo de empresa), desde aquelas que estão disponíveis para empresários individuais até aquelas que são voltadas para a constituição de sociedades.

Dentre as naturezas jurídicas disponíveis para abertura de uma pequena empresa, podemos destacar:

EI – Empresário Individual: Opção para empresários que desejam abrir uma empresa de forma individual, ou seja, sem sócios.

Durante muito tempo, essa foi uma natureza jurídica muito interessante para os empreendedores, mas atualmente, perdeu espaço para a SLU – Sociedade Limitada Unipessoal.

Isso aconteceu, pois no EI, o empresário fica exposto à riscos, uma vez que o seu patrimônio pessoal fica vinculado ao da empresa, podendo, portanto, ser empregado pelo judiciário para quitação de dívidas do negócio.

SLU – Sociedade Limitada Unipessoal: Criada pela Lei da Liberdade Econômica, a Sociedade Limitada Unipessoal é a melhor opção para empreendedores que desejam montar uma empresa de forma individual.

Diferentemente do EI, a SLU garante maior segurança jurídica aos empresários, uma vez que mantém o patrimônio pessoal e o patrimônio da empresa desvinculados, para fins do pagamento de dívidas e compromissos assumidos pela pessoa jurídica.

Sociedade Empresária Limitada: Por sua vez, para aqueles que desejam montar uma pequena empresa em sociedade, a Sociedade Empresária Limitada é a opção ideal.

Neste tipo de natureza jurídica, a responsabilidade de cada sócio fica limitada à sua participação no negócio, característica que é fundamental em termos de segurança jurídica.

4.Escolha o regime tributário

Quando o objetivo é abrir uma pequena empresa, o empreendedor em conjunto com o seu contador, precisa escolher o regime tributário que garantirá maior economia para os seus negócios.

Dentre as opções, temos as seguintes possibilidades:

Simples Nacional: Regime tributário disponível para empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano e que desejam recolher seus impostos em guia única.

No Simples Nacional, as empresas recolhem seus impostos em guia única, com alíquotas efetivas que variam de 4% a 19,50%, a depender do tipo de atividade e volume de faturamento.

Lucro Presumido: Regime tributário disponível para empresas que faturam até R$ 78 milhões por ano.

Neste regime, as empresas precisam pagar uma guia para cada tipo de imposto, com alíquotas variando em função do tipo de atividade, dentre outros fatores.

Lucro Real: Por fim, temos o Lucro Real, regime tributário disponível para empresas que faturam mais de R$ 78 milhões por ano ou desenvolvem determinadas atividades ligadas ao mercado financeiro.

Neste regime tributário, os impostos são calculados sobre o lucro líquido apurado pelas empresas em cada período.

5.Registro na Junta Comercial

Após escolher em conjunto com o contador, a natureza jurídica e o regime tributário, o empreendedor precisará aguardar alguns dias para conclusão dos trâmites para registro e abertura da pequena empresa.

A partir deste momento, o contador reunirá os documentos que recebeu do empreendedor e entrará com um pedido de abertura de empresa e registro empresarial na Junta Comercial.

A Junta Comercial, por sua vez, após analisar os documentos, emitirá o NIRE – Número de Identificação no Registro de empresas.

Por sinal, é a partir do NIRE que o contador poderá entrar com o pedido para emissão do CNPJ.

6.Emissão do CNPJ

CNPJ é a sigla para Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, documento que possui caráter obrigatório para toda empresa registrada no Brasil.

O documento em questão é emitido pela Receita Federal e possui uma série de informações importantes sobre as empresas, incluindo:

  • Nome Empresarial;
  • Nome Fantasia;
  • Endereço Completo;
  • Informações de Contato;
  • Porte Empresarial;
  • Natureza Jurídica;
  • Lista de Atividades (CNAE).

7.Emissão da Inscrição Estadual

Após a emissão do CNPJ, podemos avançar para a liberação das inscrições, começando pela Inscrição Estadual.

A Inscrição Estadual é emitida pela Secretaria Estadual de Fazenda, e possui caráter obrigatório para empresas que precisam emitir NFe e são contribuintes do ICMS.

8.Emissão da Inscrição Municipal e Alvará de Funcionamento

Caminhando para finalizar os trâmites e processos necessários para abrir uma pequena empresa, a contabilidade deverá entrar com um pedido para emissão do Alvará de Localização e Funcionamento.

Documento de caráter obrigatório, o Alvará de Funcionamento deve ser solicitado junto à Prefeitura ou Secretaria Municipal de Fazenda.

Além disso, empresas que desenvolvem algum tipo de atividade ligada à prestação de serviços também precisam obter na Prefeitura, uma Inscrição Municipal.

Abrir Empresa

9.Liberação das licenças especiais

Por fim, para fechar o nosso passo a passo, a contabilidade verificará se a empresa precisa de alguma licença especial, dentre elas:

  • Licença da Vigilância Sanitária;
  • Licença Ambiental;
  • Licença do Corpo de Bombeiros;
  • Dentre outras.

Com a conclusão do passo a passo para abrir uma pequena empresa, o estabelecimento estará apto para entrar em funcionamento e desenvolver suas atividades.

Quanto tempo é necessário para abrir uma pequena empresa?

O tempo necessário para abrir uma pequena empresa varia em função de alguns fatores, dentre eles o tipo de atividade que será desenvolvida e a localidade de abertura da empresa.

No entanto, o prazo médio para conclusão de todos os trâmites e emissão dos documentos necessários para que uma empresa entre em funcionamento costuma girar em torno de 30 dias.

Quanto custa abrir uma pequena empresa?

Ao apresentar o passo a passo completo sobre como abrir uma pequena empresa, não poderíamos deixar de responder a uma dúvida muito comum:

“Quanto custa abrir uma pequena empresa?”

Normalmente, os custos para abrir uma empresa envolvem os honorários do contador e a taxa de registro na Junta Comercial.

Entretanto, a boa notícia para você que chegou até aqui, é que a Já Calculei oferece abertura de empresa gratuita, e, portanto, você precisará pagar apenas a taxa da Junta Comercial.

Veja como é fácil abrir a sua empresa com o nosso apoio:

  • Efetue o seu cadastro em nosso chatbot, clicando aqui;
  • Escolha o plano ideal para as suas necessidades;
  • Efetue o pagamento da primeira mensalidade;
  • Aguarde enquanto cuidamos de todos os trâmites para abertura da sua empresa.

Acreditamos no empreendedorismo e incentivamos ideias empreendedoras e novos negócios, por isso, não cobramos honorários para a abertura de empresas.

Deseja saber mais e solicitar a abertura da sua empresa? Clique aqui e entre em contato conosco, agora mesmo!

A Já Calculei atende empresas de todas as partes do Brasil e possui planos e mensalidades sob medida para as necessidades do seu negócio.