Quanto custa um funcionário para empresa? Confira o cálculo





Quanto custa um funcionário para empresa? Confira o cálculo

Por: | Data: abril 11, 2022

Quanto custa um funcionário para empresa

Você sabe quanto custa para contratar e manter um funcionário? Muita gente não sabe, mas os custos podem ir muito além do salário e incluem direitos, benefícios e encargos.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas – FGV e pela Confederação Nacional das Indústrias, o custo efetivo para se manter um funcionário, pode chegar a até 3 vezes o salário efetivamente pago ao trabalhador.

São diversos os fatores que influenciam no cálculo dos custos associados à contratação de um funcionário, dentre eles, o sindicato do qual faz parte, o regime de tributação da empresa e até mesmo o seu ramo de atividade.

Conhecer os custos que uma empresa possui para manter um funcionário, considerando todos os impostos e verbas trabalhistas, como 13º salário, férias, vale-transporte, é fundamental para o planejamento financeiro dos negócios.

Sabendo disso e da dificuldade que muitos empresários e empreendedores encontram para colocar todos esses custos na ponta do lápis, a Já Calculei Contabilidade Online, decidiu preparar um conteúdo completo sobre o assunto.

Contabilidade Online

Quanto custa um funcionário?

Ao planejar a contratação de um funcionário, o empresário e empreendedor não deve levar em consideração apenas o salário que será ofertado, mas também os custos com:

  • Férias;
  • 13° Salário;
  • Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS);
  • Contribuição Previdenciária Patronal (CPP);
  • Vale-Transporte;
  • Adicional de Insalubridade e Periculosidade (se for o caso);
  • Adicional Noturno (se for o caso);
  • Benefícios, como vale-alimentação e plano de saúde (quando ofertados).

Considerando todos os itens, fica fácil entender o que faz com que o custo efetivo de um funcionário costuma ser bem superior ao salário oferecido pela empresa e registrado na carteira de trabalho.

Como calcular o custo de um funcionário?

Existem diversos fatores que podem interferir no custo final de um funcionário para a empresa, sendo o regime tributário, um deles.

Diante desse cenário de múltiplas possibilidades, decidimos apresentar uma estimativa de custos com funcionário, por regime tributário. Vale a pena conferir!

Custo de Funcionário no Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário destinado a micro e pequenas empresas, ou seja, negócios com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.

Conhecido por seus benefícios, dentre eles, a isenção de encargos como a Contribuição Previdenciária Patronal, o Simples Nacional, acaba sendo um regime tributário muito procurado pelas empresas.

Dito isso, uma empresa do Simples Nacional que oferece remuneração de R$ 2.000,00 para contratação de um funcionário, deve considerar os seguintes custos:

  • Salário: R$ 2.000,00
  • FGTS mensal (8%): R$ 160,00;
  • Provisão mensal de Férias: R$ 166,66;
  • Provisão mensal de 1/3 sobre férias: R$ 55,55;
  • Provisão mensal de 13° salário: R$ 166,66 (valor anual);
  • Provisão de FGTS sobre férias e 13º: R$ 31,11

Considerando o salário, FGTS e provisões, teríamos: R$ 2.579,98

Além disso, ao considerar um vale-alimentação de R$ 500,00 e R$ 150,00 de vale-transporte, teríamos um valor final de: R$ 3.229,98

Custo de Funcionário no Lucro Presumido e Lucro Real

Por sua vez, além dos custos listados no tópico anterior, as empresas do Lucro Presumido e do Lucro Real ainda precisam arcar com outros custos que elevam significativamente as despesas mensais para manter um funcionário, incluindo:

  • 20% de INSS (contribuição patronal);
  • 1% a 3% de seguro de acidente de trabalho;
  • 2,5% de salário educação;
  • 3,3% para o “Sistema S” (SEBRAE, SENAI ou SESI).

Diante desses custos adicionais, o desembolso final para que uma empresa do Lucro Presumido ou Lucro Real mantenha um funcionário que recebe cerca de R$ 2.000,00 mensais pode literalmente dobrar.

Por isso, é muito importante que o empreendedor e empresário conte com o apoio e assessoria de um escritório de contabilidade que ofereça uma estimativa dos custos envolvidos na contratação de cada funcionário.

Quais os documentos necessários para contratar um funcionário?

Além de planejar os custos relacionados à contratação de funcionários, as empresas também devem se organizar em relação aos documentos exigidos para formalização do vínculo empregatício.

Normalmente, os documentos solicitados para contratação e registro de funcionários, são os seguintes:

  • Cópia do RG;
  • Cópia do CPF;
  • Original e cópia da carteira de trabalho;
  • Número do PIS;
  • Foto 3×4;
  • Título de eleitor;
  • Exame admissional;
  • Cópia do comprovante de residência;
  • Cópia do comprovante de escolaridade;
  • Original e cópia do registro profissional de classe (quando necessário);
  • Cópia da certidão de nascimento ou certidão de casamento;
  • Cópia do certificado de reservista (exclusivo para homens);
  • Cópia da certidão de nascimento de filhos até 21 anos;
  • Cópia do cartão de vacina dos filhos em idade escolar.

Para que não falte nenhum documento, é interessante entregar um checklist aos funcionários em fase de contratação.

Qual o custo de um funcionário para o MEI?

De acordo com a legislação em vigor, o MEI – Microempreendedor Individual possui autorização para contratar 1 funcionário.

Para esse tipo de empresa, os encargos são menores e representam apenas 11% sobre a folha de pagamento.

O empreendedor que atua como MEI e decide contratar um funcionário, precisará contribuir com o FGTS (alíquota de 8%) e o INSS Patronal (alíquota de 3%).

Sendo assim, considerando um funcionário que recebe R$ 1.212,00 (1 salário mínimo), temos o seguinte custo total:

  • Salário: R$ 1212,00
  • INSS: R$ 36,36
  • FGTS: R$ 96,96

Custo Total: R$ 1.345,32

Contabilidade Online

Como calcular a folha de pagamento dos funcionários?

Para calcular a folha de pagamento da sua empresa, você precisará do apoio e assessoria de um escritório de contabilidade.

O contador conhece os detalhes da legislação trabalhista e todas as regras de cálculo da folha de pagamento, sendo, portanto, o profissional responsável por realizar esse tipo de cálculo.

Precisando calcular a folha de pagamento da sua empresa? Conte com a Já Calculei, entre em contato conosco e fale com um dos nossos especialistas!

A Já Calculei Contabilidade Online atende empresas de todos os portes e segmentos, em qualquer parte do país e possui planos sob medida para o seu negócio!