Criação de empresa individual

Por: | Data: fevereiro 14, 2022

Criação de empresa individual

Como funciona o processo para criação de empresa individual? Neste conteúdo, vamos explicar tudo o que você que deseja abrir uma empresa individualmente, ou seja, sem sócios precisa saber.

Criar uma empresa individual e ser dono do próprio negócio é o sonho de muitos brasileiros. No entanto, por falta de orientação e informação, muitos não sabem por onde começar e o que é preciso para tirar seus planos do papel.

Sabendo disso, a Já Calculei Contabilidade, decidiu desenvolver um conteúdo completo, explicando definitivamente todos os detalhes sobre o assunto.

Para saber mais e esclarecer suas dúvidas sobre a abertura de empresas individuais, continue conosco e acompanhe esse conteúdo até o final.

O que é uma empresa individual?

Empresa individual é aquela constituída, a partir da vontade de uma única pessoa, ou seja, um único empreendedor, atuando de forma individual, ou seja, sem sócios.

No Brasil, existem diferentes tipos de empresa que se encaixam nessa categoria, dentre elas:

  • EI – Empresa Individual;
  • SLU – Sociedade Limitada Unipessoal;
  • MEI – Microempreendedor Individual.

Cada tipo de empresa listada acima possui características próprias, mas todas elas são destinadas a empreendedores que desejam abrir uma empresa sem sócios.

Abrir Empresa

Tipos de empresa individual

Uma das primeiras decisões do empreendedor que deseja investir na criação de uma empresa individual, diz respeito à escolha do melhor tipo de empresa para os seus objetivos.

Dito isso, vamos apresentar os principais detalhes de cada um dos possíveis tipos de empresa individual, disponíveis aqui no Brasil. Confira:

EI – Empresário Individual

Dentre as possibilidades disponíveis para quem pretende abrir uma empresa individual, o EI é a opção menos utilizada atualmente.

Apesar de permitir a abertura de empresas sem sócios, o EI – Empresário Individual não oferece muita segurança jurídica ao empreendedor, uma vez que não separa o patrimônio pessoal do patrimônio da empresa.

Na prática, em outras palavras, isso significa que em caso de dívidas da empresa, o patrimônio pessoal do empresário poderá ser utilizado pelo judiciário para quitação da dívida.

SLU – Sociedade Limitada Unipessoal

A SLU – Sociedade Limitada Unipessoal surgiu em 2019, com a Lei da Liberdade Econômica, conquistou espaço e atualmente é a opção mais indicada para quem deseja investir na criação de empresa individual.

Na SLU a responsabilidade do empreendedor é limitada ao capital investido na empresa, ou seja, em caso de dívidas, o seu patrimônio pessoal não pode ser afetado.

Em função da responsabilidade limitada, esse tipo de empresa oferece maior segurança jurídica ao empreendedor individual. Além disso, quem decide pela SLU pode abrir outras empresas, possibilidade que não existe no EI ou no MEI.

MEI – Microempreendedor Individual

Por fim, temos o MEI – Microempreendedor Individual, que dentre as opções disponíveis para quem deseja investir na criação de empresa individual, é aquela que possui maior número de restrições.

O MEI foi idealizado para facilitar a formalização de pequenos negócios individuais, com as seguintes características:

  • Faturamento anual de até R$ 81 mil;
  • Permissão para contratação de apenas 1 funcionário;
  • Estabelecimento único, ou seja, sem filiais.

Além das características acima, quem possui um MEI não pode ser sócio ou ter qualquer tipo de participação em outras empresas.

No entanto, por outro lado, o microempreendedor tem a vantagem de pagar todos os seus impostos em guia única mensal, com valor fixo e reduzido, calculado sobre o salário mínimo vigente.

Como funciona a criação de empresa individual

O processo para criação de empresa individual começa pela contratação de um serviço de contabilidade.

O contador é o profissional responsável por fornecer todas as orientações que o empreendedor precisa e cuidar de todos os trâmites para constituição, regularização e abertura da empresa.

Cabe ao contador, providenciar, dentre outros os seguintes documentos:

  • NIRE – Número de Identificação no Registro de Empresas;
  • CNPJ – Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas;
  • Inscrição Estadual;
  • Inscrição Municipal;
  • Alvará de Localização e Funcionamento;
  • Licenças Especiais (Corpo de Bombeiros, ANVISA, dentre outras, quando necessário).

Documentos para criação de empresa individual

O empreendedor que decide investir na criação de empresa individual, precisa separar e fornecer alguns documentos a contabilidade, dentre eles:

  • Documento de identidade (cópia e original);
  • CPF ou CNH;
  • Carnê IPTU ou Inscrição Imobiliária do local que a empresa estabelecerá as atividades;
  • Imposto de Renda ou Título de Eleitor;
  • Certidão de Casamento (se casado).

Com esses documentos, a contabilidade poderá cuidar de todos os trâmites necessários para abertura e regularização da empresa individual.

Quanto custa abrir uma empresa individual

Muitos empreendedores não colocam em prática os planos de investir na criação de empresa individual, pois acreditam que os custos para abertura de empresa são elevados.

No entanto, o que nem todos sabem é que podem abrir suas empresas gratuitamente, sem qualquer complicação pela internet.

A Já Calculei Contabilidade acredita e incentiva o empreendedorismo brasileiro, oferecendo aos seus clientes, abertura de empresa gratuita.

O processo é bem simples, basta que o interessado escolha e assine um dos nossos planos anuais, cuja mensalidade inicia em R$ 99,00.

Após a assinatura do plano, cuidamos de todos os trâmites para abertura e legalização da empresa sem cobrar nada a mais por isso.

Simples e econômico assim, o empreendedor assina um dos nossos planos, recolhe a taxa da Junta Comercial e o restante é por nossa conta, cuidamos de tudo para legalização e abertura da empresa.

Abrir Empresa

Qual o prazo para abrir uma empresa individual

O prazo para abertura e legalização de uma empresa individual pode variar em função de alguns fatores, como as atividades a serem desenvolvidas pela empresa e a sua localização.

No entanto, são necessários em média, 30 dias para que uma empresa esteja completamente regularizada e apta para entrar em funcionamento.

Investir na criação de uma empresa individual, com a Já Calculei, é simples, rápido e não possui custos, confira:

  • Efetue o seu cadastro em nosso chatbot, clicando aqui;
  • Escolha o plano ideal para as suas necessidades;
  • Efetue o pagamento da primeira mensalidade.

Aproveite a oportunidade, realize o seu sonho e empreenda com facilidade e economia de custos. Atendemos empresas e empreendedores de todas as partes do país!

Ficou com alguma dúvida? Clique aqui e entre em contato com um dos nossos especialistas.