Como comprovar renda autônomo: Tire suas dúvidas

Por: | Data: novembro 30, 2021

Como comprovar renda autônomo

Como comprovar renda autônomo? Essa é uma das principais dúvidas daqueles que trabalham por conta própria e em algum momento precisam comprovar renda, seja para obter um empréstimo pessoal, ou então para financiar bens como casas e imóveis.

Funcionários públicos e que trabalham com carteira assinada costumam comprovar renda por meio do recibo de pagamento fornecido pelos seus empregadores, mas quanto a quem é empresário ou trabalha por conta própria, como comprovar renda autônomo?

Felizmente, você que trabalha como autônomo não precisa se preocupar, pois existe uma série de meios para comprovação de renda.

Neste conteúdo, vamos fornecer uma série de opções e apresentar detalhes sobre as mais diferentes formas de comprovação de renda aceita pela maior parte dos bancos e instituições financeiras.

Você é autônomo, precisa comprovar renda, mas não sabe como fazer isso? Continue conosco e acompanhe esse conteúdo até o final para tirar suas dúvidas!

Como comprovar renda autônomo?

Quem trabalha como autônomo tem a sua disposição diferentes formas para comprovação de renda, dentre as quais, podemos destacar:

1.Extrato Bancário

Se você trabalha como autônomo e movimenta bastante a sua conta corrente, é possível utilizar o seu extrato bancário como fonte de comprovação de renda.

Os bancos e instituições financeiras podem analisar o seu extrato dos últimos 3 a 6 meses para calcular a sua renda mensal aproximada e com isso, conceder empréstimos e financiamentos compatíveis com o seu perfil e capacidade de endividamento.

Sendo assim, caso você possua o objetivo de comprovar renda por meio de extratos bancários, recomenda-se a centralização de todos os seus rendimentos em uma única conta corrente, facilitando assim, o processo de comprovação.

Você pode tirar um extrato da sua conta corrente nos últimos 6 meses via internet banking ou no caixa eletrônico em uma das agências do seu banco.

Abrir Empresa

2.Declaração de Imposto de Renda

A Declaração de Imposto de Renda é uma das principais alternativas, quando o assunto é como comprovar renda autônoma.

Seja você empresário, profissional liberal, aposentado, funcionário público ou profissional CLT, precisará declarar o Imposto de Renda anualmente, caso tenha rendimentos mensais superiores a R$ 1.903,98.

Na declaração anual de imposto de renda, o contribuinte detalha e apresenta para a receita federal todos os seus rendimentos durante determinado ano.

Como as informações são cruzadas e a sua veracidade certificada pela Receita Federal, as informações presentes na declaração possuem credibilidade e são aceitas por todos os bancos e instituições financeiras como comprovação de renda.

3.Recibos emitidos

Quando o assunto é como comprovar renda autônoma, você também pode utilizar como fonte para comprovação de renda, os recibos que você emitiu sobre serviços prestados ou vendas realizadas.

De acordo com a legislação em vigor, todo indivíduo que vende ou presta serviços para pessoa física precisa emitir um recibo informando o serviço prestado ou produto vendido, a data e o valor da transação.

Por sua vez, se você presta serviços como autônomo para empresas, também poderá utilizar o recibo de pagamento de autônomo (RPA) como fonte para comprovação de renda.

4.Decore

Uma das alternativas que o autônomo pode utilizar quando o assunto é como comprovar renda autônoma é o Decore – Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos.

O Decore é um documento que pode ser emitido por contadores habilitados no Conselho Regional de Contabilidade (CRC) declarando e atestando o valor da renda mensal do profissional autônomo em determinado período.

Vale lembrar que esse documento possui validade limitada e não é emitido por todos os contadores.

5.Fatura de cartão de crédito

Se você utiliza com frequência cartões de crédito, paga as suas faturas em dia e no valor total dos boletos de pagamento, saiba que alguns bancos também aceitam faturas de cartão de crédito como fonte de comprovação de renda.

No entanto, se você tem por objetivo, utilizar as faturas do seu cartão de crédito como comprovante de renda, pague as faturas em dia, no seu valor total e concentre suas despesas em um único cartão.

6.DASN MEI

Por sua vez, se você é MEI – Microempreendedor Individual e não sabe como comprovar renda autônoma, uma dica é alternativa interessante é a utilização do extrato da sua declaração DASN MEI – Declaração Anual do Simples Nacional – MEI.

Anualmente, os microempreendedores individuais precisam declarar o seu faturamento mensal por meio da DASN MEI, declaração que também serve como fonte de comprovação de renda.

7.Pró-Labore

Por fim, se você é empresário e retira mensalmente o pró-labore, também poderá utilizar esse documento como fonte de comprovação de renda.

O pró-labore é uma espécie de recibo de pagamento, emitido pela contabilidade como fonte de comprovação de pagamento da remuneração mensal dos sócios e proprietários de uma empresa.

Você é empresário, mas ainda não tira pró-labore? Para saber como fazer pró-labore de autônomo, clique aqui.

Como comprovar renda autônomo: Dicas para conseguir comprovar renda como autônomo

Você que chegou até aqui em busca de informações sobre como comprovar renda autônomo, conferiu no tópico anterior 7 alternativas para comprovação de renda.

No entanto, além das fontes de comprovação de renda para autônomo, separamos algumas dicas que podem aumentar as suas chances de obter empréstimos e financiamentos junto aos bancos e demais instituições financeiras.

Mantenha o seu nome limpo: Para conseguir crédito com maior facilidade e juros mais baixos, procure pagar todas as contas em dia e manter o seu nome limpo, ou seja, livre de restrições em serviços de proteção ao crédito como SPC e Serasa.

Acompanhe o seu score de crédito: Pagando suas contas em dia, você aumenta o seu score de crédito, pontuação utilizada pelos bancos para conhecer o risco de inadimplência de um cliente.

Quanto maior o seu score de crédito, maiores as chances de conseguir crédito no mercado.

Evite contratar muitos empréstimos e financiamentos: Bancos e instituições financeiras consultam o Sistema de Informações de Créditos (SCR) do Banco Central antes de liberar crédito para os seus clientes.

Esse sistema mantém um histórico de todos os seus empréstimos e financiamentos em aberto. Sendo assim, quanto maior o número de empréstimos ativos, menores as suas chances de obter crédito.

Gostou das nossas dicas e alternativas sobre como comprovar renda autônomo? Então, salve o nosso blog nos favoritos e retorne mais vezes para conferir novos conteúdos.

Abrir Empresa