Fintech: O que é e como funciona

Por: | Data: janeiro 31, 2022

Fintech- O que é e como funciona

Fintech (tecnologia financeira) é um termo genérico que se refere a software, aplicativos móveis e outras tecnologias criadas para melhorar e automatizar formas tradicionais de gerenciamento e transações financeiras para empresas e consumidores.

As fintechs podem incluir tudo, desde aplicativos simples de pagamento móvel até redes blockchain complexas que abrigam transações criptografadas.

O termo “fintech” descreve qualquer negócio que use tecnologia para modificar, aprimorar ou automatizar serviços financeiros para empresas ou consumidores.

Alguns exemplos incluem serviços bancários móveis, serviços de pagamento ponto a ponto, desenvolvimento de criptomoedas ou plataformas de negociação.

Continue conosco e acompanhe esse conteúdo até o final para conhecer detalhes sobre o assunto.

Abrir Empresa

Uma breve história sobre as Fintechs

A tecnologia digital está evoluindo e quase todos os setores estão obtendo seus benefícios ao transformar digitalmente seus processos operacionais, gerenciamento e serviços ao consumidor.

Com a crescente demanda de transformação digital de toda a estrutura de trabalho, as instituições financeiras também estão revisando seus métodos convencionais de processamento e investindo em fintechs para que possam permanecer competitivas e acompanhar o desenvolvimento tecnológico.

O surgimento das fintechs reestruturou a forma como as organizações fazem negócios. Diante disso, os bancos tradicionais com suas agências físicas estão perdendo cada vez mais espaço para os bancos digitais, sem agências físicas, com menor burocracia e sem filas.

Um segmento em constante evolução no domínio de serviços financeiros, as fintechs estão contribuindo para o desenvolvimento do setor financeiro e sua forma de operação.

Embora a fintech pareça uma série recente de avanços tecnológicos, o conceito básico já existe há algum tempo.

Os primeiros cartões de crédito que começaram a surgir na década de 1950 representam os primeiros produtos de tecnologia financeira disponíveis ao público, pois eliminaram a necessidade de os consumidores carregarem moeda física em seu dia-a-dia.

Em 1998, o PayPal foi fundado, representando uma das primeiras empresas de fintech a operar principalmente na internet, um avanço que foi revolucionado ainda mais pela tecnologia móvel, mídia social e criptografia de dados.

Essa revolução fintech levou aos aplicativos de pagamento móvel, redes blockchain e opções de pagamento que utilizamos hoje.

Veja também: Como abrir uma empresa de empréstimo consignado

Como funciona uma Fintech?

Embora fintech seja um conceito amplo e com múltiplas possibilidades. As fintechs simplificam transações financeiras para consumidores ou empresas, tornando as transações financeiras cada vez mais acessíveis e fáceis.

De um modo geral, a fintech se esforça para agilizar o processo de transação, eliminando etapas potencialmente desnecessárias para todas as partes envolvidas.

Por exemplo, a internet banking do seu banco, permite que você pague outras pessoas a qualquer hora do dia, enviando recursos diretamente para a conta bancária desejada. No entanto, se você pagasse em dinheiro ou cheque, seria necessário fazer um depósito pessoalmente em uma agência bancária.

Fintech é uma mistura de software, algoritmos e aplicativos para ferramentas baseadas em computadores e dispositivos móveis.

Em termos simples, a fintech envolve uma variedade de serviços/atividades financeiras, como transferência de dinheiro, depósito de cheques por telefones celulares, solicitação de cartão de crédito sem ir fisicamente a um banco, captação de recursos para um negócio e gestão de investimentos.

A Fintech ajuda a facilitar os processos que antes consumiam dias, semanas e até meses. Por exemplo, exigir um relatório de pontuação de crédito ou transferir dinheiro através das fronteiras.

Tendências das Fintechs

Ao longo dos anos, a fintech cresceu e mudou em resposta aos desenvolvimentos no setor de tecnologia mais amplo. Para os próximos anos, podemos destacar algumas tendências importantes:

O banco digital continua a crescer: o banco digital está mais fácil de acessar do que nunca. Muitos consumidores já administram seu dinheiro, solicitam e pagam empréstimos por meio de contas digitais.

Essa simplicidade e conveniência provavelmente impulsionará um crescimento adicional nesse setor.

Blockchain: A tecnologia Blockchain permite transações descentralizadas sem que uma entidade governamental ou outra organização terceirizada esteja envolvida.

A tecnologia e os aplicativos Blockchain vêm crescendo rapidamente há anos, e é provável que essa tendência continue crescendo à medida que mais empresas e consumidores se voltam para a criptografia avançada de dados.

Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML): As tecnologias de IA e ML mudaram a forma como as fintechs escalam, redefinindo os serviços que oferecem aos clientes.

AI e ML podem reduzir custos operacionais, aumentar o valor fornecido aos clientes e detectar fraudes.

À medida que essas tecnologias se tornam mais acessíveis, espera-se que elas desempenhem um papel cada vez maior na evolução contínua das fintechs, especialmente à medida que mais bancos físicos se tornam digitais.

Quais são as diferenças entre as fintechs e os bancos tradicionais?

Embora as empresas do setor de fintech e os bancos tradicionais compartilhem muitas semelhanças, os dois são construídos com valores e estruturas organizacionais diferentes.

Os bancos existem há séculos e, desde a sua criação, sua estrutura organizacional permaneceu inalterada. O sistema bancário é rígido e suas regras ou regulamentos são desafiadores.

Fintech é um setor relativamente novo que incentiva a inovação e conta com avanços tecnológicos para melhorar seus serviços. Ao contrário dos bancos tradicionais, muitos serviços de fintech são modulares, personalizados e acessíveis.

Por exemplo, blockchain e criptomoeda visam democratizar o dinheiro e dar às pessoas acesso às suas finanças a um custo reduzido.

Na prática, a diferença entre a fintech e o banco tradicional é que este último tem muito mais barreiras, requisitos e burocracia.

Para acessar o financiamento de um banco, você precisará cumprir requisitos rigorosos de garantia, que nem todas as empresas podem cumprir.

As fintechs são muito mais brandas com suas exigências e oferecem mais serviços personalizados do que as instituições financeiras tradicionais.

Contabilidade Online

No geral, os dois têm focos muito diferentes; os bancos estão enraizados em fornecer segurança e gerenciamento de risco financeiro, enquanto as fintechs estão focadas em criar experiências perfeitas para o cliente e fornecer serviços com recursos personalizados e funcionais.

O foco da fintech é muito mais amplo e as empresas do setor estão sempre procurando adaptar seus serviços para atender às necessidades da sociedade. Por outro lado, os bancos têm um foco estreito e, portanto, sua distribuição de mercado também é bastante limitada.

Gostou do nosso artigo? Continue acompanhando o blog da Já Calculei e mantenha-se sempre bem informado em assuntos ligados ao empreendedorismo e contabilidade.