5 motivos para deixar de ser um trabalhador informal hoje!

Por: | Data: julho 5, 2021

trabalhador informal

Atualmente, um grande número de pessoas trabalha informalmente no Brasil. Nossa economia já é movida pelo empreendedorismo e pequenos negócios. Além, é claro, dos que sonham em abrir seu próprio negócio.

Porém, grande número destas pessoas ainda permanece na informalidade. Hoje vamos te apresentar 5 motivos para formalizar sua situação e deixar de ser um trabalhador informal. Não perca tempo!

1. Mais simplicidade para se formalizar

Deixar de ser um trabalhador informal não é algo burocrático como parece, e todo processo pode ser feito até mesmo pela internet.

O MEI (Microempreendedor Individual), forma mais comum de iniciantes se formalizarem no mercado de trabalho, tem o cadastro feito completamente pela internet. A pessoa se cadastra através do Portal do Empreendedor, e desfruta da facilidade de todos os impostos recolhidos em uma só guia.

Com a regularização das atividades e inscrição em alguma das modalidades de enquadramento tributário, o empreendedor passa a ter mais segurança e benefícios.

2. Possibilidade de emitir nota fiscal

Ao formalizar seu negócio, você vai ter como emitir notas pelos serviços e vendas realizadas.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre a obrigatoriedade da emissão de notas fiscais. Se você estiver prestando serviço para uma empresa, é obrigatório. Já para pessoas físicas, não é.

De qualquer modo, a emissão de notas fiscais passa credibilidade, melhora o seu relacionamento com clientes e fornecedores e permite que você controle as entradas e saídas financeiras em sua empresa.

trabalhador informal

3. Garantia de benefícios previdenciários

Outro grande motivo para que você deixe de ser um trabalhador informal e regularize sua situação é por conta da possibilidade de receber benefícios previdenciários.

Estes benefícios não englobam apenas a aposentadoria, mas também:

  •             aposentadoria por idade e invalidez;
  •             auxílio-doença;
  •             auxílio-maternidade;
  •             pensão por morte;
  •             auxílio-reclusão.

É uma grande vantagem e incentivo à formalização, já que dá ao trabalhador direitos fundamentais como o direito de se aposentar ou de receber auxílio em caso de doença.

4. Possibilidade de contratar um funcionário

Geralmente, os microempreendedores individuais são pessoas que estão começando sua vida corporativa. Provavelmente, este indivíduo faz tudo sozinho. Desde a negociação com clientes até a venda final, passando por todas as etapas burocráticas do processo.

Ao se credenciar como MEI e deixar de ser um trabalhador informal, você tem a possibilidade de contratar um funcionário para te auxiliar, apesar de o MEI ser um tipo de empresa individual. Há uma taxa de 3% da remuneração à Previdência Social e 8% sobre o salário-mínimo como FGTS a cada mês, e o empregado contribui com 8% do salário para o INSS.

5. Mais facilidade para obter crédito

Diversos bancos possuem linhas de crédito com condições facilitadas para quem é MEI.

O acesso às linhas de crédito e a empréstimos permite que o MEI prospere e faça seu negócio evoluir, já que as taxas de juros são reduzidas. Normalmente, os valores concedidos inicialmente são menos expressivos, para compra de mercadoria ou investimentos em infraestrutura e compra de maquinário. Conforme a quitação, o banco começa a oferecer valores maiores.

Além disso, a formalização das atividades garante a obtenção de serviços bancários, como a abertura de conta empresarial.

Deixar de ser um trabalhador informal e se tornar um trabalhador formalizado é mais fácil do que parece, e tem diversos benefícios, como mostramos. Vale lembrar que a modalidade de formalização depende de seu faturamento anual. Mas formalizar-se apenas traz vantagens ao empreendedor.

Achou o conteúdo de nosso artigo interessante? Faça o download do infográfico “Saia da irregularidade! Confira o manual para abrir um CNPJ de forma rápida e simples” agora mesmo e deixe de ser um trabalhador informal!