MEI ou Simples Nacional: Qual a melhor opção?

Por: | Data: outubro 22, 2021

MEI ou Simples Nacional- Qual a melhor opção?

Se você está pensando em abrir uma empresa pode estar se perguntando: MEI ou Simples Nacional? Qual a melhor opção?

Essa é uma dúvida muito comum entre aqueles que pretendem abrir uma empresa, por sinal, foi exatamente por isso, que decidimos preparar esse conteúdo.

Aqui vamos explicar o que é MEI, o que é Simples Nacional e também as principais características de cada opção.

Você vai descobrir o que muda de MEI para Simples Nacional, como funciona o pagamento de impostos em cada caso e por fim, um passo a passo completo com tudo o que você precisa saber para abrir a sua empresa, vale a pena conferir!

O que é MEI?

MEI, também conhecido como Microempreendedor Individual, é um tipo empresarial destinado a formalização de pequenos negócios independentes.

De acordo com a legislação em vigor, o MEI pode faturar até R$ 81 mil ao ano e exercer atividades previstas na lista de Ocupações Permitidas para esse tipo de empresa.

O MEI tem direito a CNPJ, pode contratar 1 funcionário e contribui mensalmente para a Previdência Social, o que lhe garante direito a aposentadoria e aos benefícios do INSS.

O processo para abertura de um MEI é simplificado e realizado diretamente pela internet, dispensando até mesmo a exigência de Alvará de Funcionamento.

Essa é a melhor opção para você que exerce algum tipo de trabalho autônomo com rendimentos de até R$ 6.750,00 por mês, formalize os seus negócios.

Quem decide abrir um MEI tem acesso a uma série de benefícios, dentre eles:

  • CNPJ;
  • Permissão para emitir notas fiscais;
  • Pagamento de impostos em guia única;
  • Acesso a microcrédito com condições especiais.

O que é Simples Nacional?

Por sua vez, o Simples Nacional é um regime tributário destinado a empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.

Na prática, é uma opção para quem deseja abrir um negócio com faturamento maior que o permitido no MEI, ou então cuja atividade não esteja prevista no MEI.

Assim como no MEI, no Simples Nacional as empresas pagam seus tributos em guia única e alíquotas diferenciadas quando comparadas às praticadas sobre empresas de maior porte.

MEI ou Simples Nacional? Agora que você já conhece um pouco sobre cada opção, a decisão está começando a ficar mais fácil, não é mesmo?

No entanto, para que você não fique com nenhum tipo de dúvida, vamos falar mais sobre cada opção e apresentar outros detalhes.

MEI ou Simples Nacional: Tributação e Impostos

Quando o assunto é a escolha entre a tributação no MEI ou Simples Nacional, um dos principais pontos que precisamos levar em consideração é a tributação.

Quando um MEI paga de impostos? Quanto uma empresa no Simples Nacional paga de impostos? Confira e tire suas dúvidas!

Impostos no MEI

O MEI paga seus impostos em guia única com vencimento mensal e valor fixo, com base no tipo de atividade exercida pela empresa.

Confira na tabela abaixo, o valor da contribuição do MEI por tipo de atividade.

Atividade MEI INSS ICMS/ISS Valor mensal do DAS
Comércio e Indústria – ICMS R$ 55,00 R$ 1,00 R$ 56,00
Serviços – ISS R$ 55,00 R$ 5,00 R$ 60,00
Comércio e Serviços – ICMS e ISS R$ 55,00 R$ 6,00 R$ 61,00

Impostos no Simples Nacional

Assim como o MEI, as empresas do Simples Nacional também pagam seus impostos em guia única e vencimento mensal.

No entanto, no caso do Simples Nacional, os impostos não são fixos, pois variam em função do faturamento e também do tipo de atividade desenvolvida por cada empresa.

  • Empresas no Anexo I: 4% a 19%
  • Empresas no Anexo II: 4,50% a 33%
  • Empresas no Anexo III: 6% a 33%
  • Empresas no Anexo IV: 4,50% a 33%
  • Empresas no Anexo V: 15,50% a 30,50%

No MEI, os impostos são calculados com base nas alíquotas e anexos listados acima, no entanto, o regime conta com algumas deduções, sendo assim, a alíquota efetiva máxima de contribuição é de 19,50% para empresas de serviços e de 11,12% para empresas de comércio.

Lembrando que o percentual é calculado sobre o faturamento mensal das empresas, sendo assim, quanto maior o faturamento, maior o valor do imposto a pagar.

No Simples Nacional, as empresas recolhem em uma única guia, os seguintes impostos:

  • Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica – IRPJ;
  • Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI;
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL;
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – COFINS;
  • Contribuição para o PIS/PASEP;
  • Contribuição Patronal Previdenciária – CPP;
  • Imposto Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS;
  • Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISS.

Na sua opinião, MEI ou Simples Nacional, qual é a melhor opção? Diríamos que tudo vai depender dos objetivos e expectativas do empreendedor, e também em função das atividades que a sua empresa vai exercer.

A boa notícia é que quem decide abrir um MEI pode migrar para o Simples Nacional, quando precisar.

Abrir Empresa

Como abrir um MEI?

Abrir um MEI é muito simples, basta seguir o passo a passo abaixo:

  1. Acesse o Portal do Empreendedor;
  2. Clique na opção “Quero ser MEI” e depois em “Formalize-se”;
  3. Crie uma conta “gov.br”, caso não possua ou entre com o seu CPF e senha;
  4. Forneça os dados e documentos solicitados;
  5. Escolha as atividades e informe nome e localização da futura empresa.
  6. Confira as informações, confirme e imprima o seu CNPJ.

Como abrir uma empresa Simples Nacional?

MEI ou Simples Nacional, você já tirou suas dúvidas e conhece as diferenças, agora é hora de abrir a sua empresa.

A boa notícia é que você também pode abrir uma empresa Simples Nacional pela internet, basta seguir o passo a passo abaixo:

  • Efetue o seu cadastro em nosso chatbot, clicando aqui;
  • Tire as suas dúvidas com o nosso time de contadores;
  • Escolha o plano ideal para as suas necessidades;
  • Aguarde a abertura da sua empresa.

MEI ou Simples Nacional? Ficou com alguma dúvida? Clique aqui e entre em contato com um dos nossos especialistas.