Lucro bruto: o que é e como calcular

Por: | Data: outubro 4, 2021

Lucro bruto: o que é e como calcular

Não importa o tamanho da empresa, mesmo as menores ou que estão ainda começando, devem ter em mente os indicadores de lucratividade. Afinal, se um negócio é criado, é para dar lucro resolvendo problemas.

Nenhum indicador é um fim em si mesmo, e o mais conhecido, mas pouco compreendido, é o lucro bruto. Por si só, é capaz de dizer poucas coisas, porém, ao ser analisado em conjunto, fornece dados fundamentais para a sobrevivência da empresa.

Dessa maneira criamos um guia sucinto para você entender de uma vez por todas o que é lucro bruto e como calcular. Confira!

O que é Lucro Bruto?

Para compreender o conceito, precisamos voltar um passo. Ao comparar empresas temos o faturamento como um valor essencial. Afinal, ele indica o quanto aquele negócio conseguiu movimentar ao longo do período analisado.

Em termos de faturamento, as empresas da nova economia saem na frente, as chamadas “empresas que não lucram”. Aqui está o ponto!

Lucro bruto é esse faturamento, ou a soma de tudo o que é vendido, menos os custos para produzir.

O que ele representa para a empresa?

O lucro bruto é um termômetro que indica o nível de produção, ou a quantidade de produtos criados em um determinado período. Isso quer dizer que se a produção aumenta, o lucro bruto aumenta em igual proporção.

Vale notar que esse valor deve ser positivo, pois estamos falando em lucro. Se for negativo, a sua empresa está no prejuízo, e precisa rever a precificação dos produtos e serviços.

Conforme mencionamos acima, isso pode ser uma estratégia, mas uma hora ou outra, a empresa precisa lucrar.

Onde estão os impostos?

O lucro bruto é a medida das receitas menos despesas. Os impostos não fazem parte da conta. As deduções legais entram em outras etapas do cálculo contábil, uma vez que a legislação tributária é repleta de nuances e muda de caso para caso.

Existem impostos que são proporcionais ao lucro, nas mais diversas formas, ou até mesmo aqueles que são proporcionais ao faturamento. Dessa maneira, não conseguem ser encaixados nessa primeira rodada de descontos.

Nós temos um conteúdo exclusivo sobre impostos, acesse!

Quais são os custos no lucro bruto?

O cálculo pode ser um pouco complexo dependendo do setor em que a empresa está inserida. Em alguns casos a estrutura de gastos é completamente diferente e fora dos padrões de mercado.

Empresas que nasceram digitais, por exemplo, têm maior propensão a aumentar a produção sem aumentar os custos. Agora, um restaurante, em grande parte das vezes, vê os custos aumentarem ainda mais rápido que a produção.

No primeiro caso, os custos fixos entram na conta com maior peso, na segunda, são as variáveis.

Como calcular o lucro bruto?

Você deve ter percebido que essa medida é muito variável, depende de cada negócio, e às vezes de cada produto ou serviço no catálogo. Para não te deixar confuso, vamos simplificar a conta.

Suponha que você tem uma loja de cosméticos que apenas revende produtos. A empresa compra um perfume do distribuidor por R$ 20, e tem em média R$ 10 de custo variável para manter em estoque, pagar funcionários e outros detalhes, e vende a R$80. A cada mês, 10 mil frascos são vendidos. Para calcular, a conta é a seguinte:

Receita = R$ 80 * 10 mil = R$ 800 mil

Custo = (R$ 20 * 10 mil) + (R$ 10 * 10 mil) = R$ 300 mil

Lucro bruto = Receita – Custos = R$ 500 mil.

Um indicador extremamente volátil

O lucro bruto é intrinsecamente volátil. Ele varia de mês a mês. Imagine que a sua empresa está em expansão, e você contratou mais um atendente. As vendas aumentaram 10%, e o custo variável foi para R$ 11. Em teoria, custo e receita aumentaram na mesma medida, mas e a conta fica como?

Receita = R$ 80 * 11 mil = R$ 880 mil

Custos = (R$ 20 * 11 mil) + (R$ 11 * 11 mil) = R$ 341 mil

Lucro bruto = R$ 547 mil

Perceba que o lucro bruto não subiu 10%, mas 9,4%.

Contabilidade Online

O que fazer com esse dado?

Esse indicador, conforme mencionado, serve basicamente para indicar o nível de produção da empresa, mas precisa ser analisado em conjunto com outros fatores. Ao dividir o lucro bruto pela receita, multiplicando por 100, temos a margem bruta.

A margem bruta é o índice que mede a qualidade dos resultados de fato, ou o que chamamos de lucratividade.

Por que calcular?

O cálculo desse tipo de índice serve para duas coisas. Primeiro, para a gestão. Nós só controlamos aquilo que medimos, então você precisa ficar de olho nos indicadores para compreender o sucesso, ou gargalo do negócio.

Segundo, a legislação tributária no Brasil é extremamente complexa, e precisa ser acompanhada de perto para não cair na malha fina. Há erros na contabilidade cometidos por todos os portes de empresas, e esse é um risco tremendo.

Se você ficou em dúvida, acesse a nossa página para mais informações. Nós somos uma contabilidade online, preparados para responder todas as suas questões. Aguardamos o seu contato!