Freelancer: Guia completo para iniciar na carreira

Por: | Data: janeiro 13, 2022

Freelancer

Trabalhar como freelancer significa que você assume projetos e clientes de forma independente, ao invés de assumir um emprego como funcionário CLT.

O mercado freelancer está em ascensão desde 2014. No entanto, a pandemia deu início a um aumento significativo de trabalhadores freelancer, elevando o número de freelancers em várias partes do mundo.

Muitas pessoas recorrem ao freelancer para que possam ter um horário flexível e ser seu próprio patrão. Neste conteúdo, vamos abordar detalhes sobre o tema, vale a pena conferir!

O que é freelancer?

Freelancer é uma forma de trabalho, na qual, ao invés de trabalhar para um empregador por um salário mensal ou por hora, você trabalha com clientes diretos de forma independente, selecionando em quais clientes e projetos você deseja trabalhar e definindo quanto cobrar por cada projeto ou tarefa.

Se você deseja ganhar dinheiro extra com atividades paralelas ou transformar suas habilidades em um emprego em período integral, você precisa de um plano. Lembre-se de que você não é apenas responsável pelo seu horário de trabalho, mas também pelos impostos relacionados ao emprego e à Previdência Social.

Além disso, é preciso destacar que quando você está começando, pode ser difícil substituir a renda de um emprego em tempo integral porque você terá que construir sua lista de clientes.

Contabilidade Online

Certifique-se de ter um plano para lidar com os meses de menor demanda, enquanto você está crescendo.

Muitos freelancers começam assumindo projetos menores e trabalhando em meio período antes de fazer a transição para o trabalho freelance em período integral, essa pode ser uma estratégia interessante.

Como se tornar um profissional freelancer?

Mais da metade das empresas se sente à vontade para explorar o mercado freelancer para projetos de terceirização, mas para isso, eles precisam encontrar você primeiro.

Crie sua presença online: Você pode começar a sua carreira como profissional freelancer, construindo sua presença online por meio das redes sociais ou de um site próprio.

Pense no seu site de negócios como um grande outdoor, uma vez que ele mostra seu trabalho para clientes em potencial. Além disso, vale a pena se cadastrar em sites especializados, uma vez que muitas empresas recorrem a eles para buscar profissionais que atuam como freelancer.

Determine o valor do seu trabalho: Determinar um valor pelo seu trabalho e monitorar o fluxo de caixa será fundamental. Alguns meses serão mais ocupados, com mais trabalho que outros, portanto, mapear quando o dinheiro deve entrar ajudará você a se preparar.

Você pode usar uma planilha simples para controlar e organizar o faturamento do negócio, e também, para servir de base para declarar os seus rendimentos ao fisco.

Regularize suas atividades: Uma das melhores alternativas para crescer como freelancer está relacionada a abertura de um CNPJ para formalização das suas atividades.

Profissionais freelancers que decidem abrir um CNPJ, podem emitir notas fiscais, transmitindo maior credibilidade, e, portanto, contribuindo para o crescimento da sua carteira de clientes.

Além disso, ao formalizar suas atividades como MEI ou Simples Nacional, você poderá economizar no pagamento de impostos e ser protegido pelos benefícios da Previdência Social.

Vantagens de ser freelancer

Considerar os prós e os contras do freelancer pode ajudá-lo a decidir como ele pode se encaixar no seu estilo de vida.

Flexibilidade: A flexibilidade é realmente uma vantagem quando se trata de equilíbrio entre vida profissional e pessoal, porque você pode definir seu próprio horário.

Independência financeira: Se você tiver um conjunto de habilidades estabelecido, poderá trabalhar sempre que precisar de algum dinheiro extra. Isso pode torná-lo mais independente financeiramente.

Desenvolvimento de novas habilidades: Trabalhar como freelancer também ajuda você a desenvolver habilidades sociais, como se organizar, lidar com o gerenciamento de projetos e se comunicar de forma eficaz.

Maior autonomia: Como trabalhador independente, você pode decidir quais clientes e projetos gostaria de assumir.

Desvantagens de ser freelancer

Por mais que atuar como freelancer tenha suas vantagens, esse tipo de trabalho também possui algumas desvantagens.

Sem folgas remuneradas e atestados: Quem trabalha como freelancer não possui direito a folgas remuneradas, e também não pode ficar doente, pois cada dia parado, pode custar caro para o seu próprio bolso.

Sem 13º salário e férias: Por mais que contem com rotinas mais flexíveis, os freelancers precisam abrir mão de alguns benefícios importantes dos trabalhadores CLT, dentre eles, férias e 13º salário.

Sem planos de saúde: O seguro de saúde é o principal benefício que os funcionários procuram em um emprego. No entanto, os freelancers são responsáveis ​​por encontrar e pagar por seu próprio seguro de saúde.

Principais tipos de trabalho freelancer

O mercado freelancer oferece uma série de oportunidades e áreas de atuação, principalmente em tarefas do meio digital.

Sendo assim, se você está interessado em ser freelancer, você tem vários caminhos que pode explorar, dentre eles:

  • Serviços criativos, como design gráfico e web;
  • Consultoria e serviços profissionais, como gerenciamento de mídia social e serviços especializados em SEO;
  • Redação freelance ou serviços de conteúdo, como ghostwriting, edição e redação;
  • Serviços técnicos, como desenvolvimento de sites e desenvolvimento de software.

Listamos acima, apenas algumas oportunidades. Pense no que você gostaria de se especializar e, em seguida, crie seu portfólio para atender ao seu público.

Contabilidade Online

Quanto um freelancer paga de imposto?

A carga tributária sobre profissionais que atuam como freelancer pode variar de forma significativa.

Aqueles que não se formalizam, por exemplo, podem contribuir com até 27,50% dos seus rendimentos para o Imposto de Renda Pessoa Física.

Por outro lado, aqueles que se formalizam como MEI, contribuem mensalmente com pouco mais de 5% do salário mínimo, e por fim, quem decide abrir um CNPJ no Simples Nacional pode prestar serviços contribuindo mensalmente com 6% sobre o seu faturamento.

Para saber mais detalhes sobre a sua tributação como freelancer, regularizar suas atividades, pagar menos impostos e permanecer em dia com o fisco, conte com o apoio do time de contadores da Já Calculei Contabilidade Online.

A Já Calculei atende profissionais e empreendedores de todo país, oferece planos com mensalidades acessíveis e abertura de empresa grátis.

Para saber mais, clique aqui e entre em contato conosco!