Certidão FGTS: Como tirar?

Por: | Data: novembro 16, 2021

Certidão FTGS

O que significa e como tirar a Certidão de FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço?

A Certidão de Regularidade com o FGTS é um documento emitido pela Caixa Econômica Federal que comprova a regularidade de uma empresa em relação ao pagamento das suas contribuições para o FGTS.

O FGTS é uma contribuição de caráter obrigatório que deve ser recolhida mensalmente na proporção de 8% da remuneração dos empregados e 2% sobre a remuneração do jovem aprendiz.

Além disso, as empresas também devem recolher uma multa ao FGTS no desligamento de funcionários sem justa causa.

Diante disso, não podemos negar que a Certidão de FGTS é um documento de grande importância, afinal serve como comprovante de que a empresa está mantendo as suas obrigações em dia com o fundo, conforme determina a legislação em vigor, evitando assim, multas e sanções aplicáveis.

Deseja saber mais sobre a certidão de FGTS? Continue conosco e acompanhe esse conteúdo até o final!

Como emitir certidão de FGTS?

Emitir certidão de FGTS é muito simples e você pode fazer isso diretamente pela internet no site da Caixa Econômica Federal.

Não sabe como emitir a certidão de FGTS da sua empresa? Confira o passo a passo abaixo com todos os detalhes:

  • Acesse o site da Caixa e clique em “Benefícios e Programas”, na parte superior da tela;
  • Na sequência, clique em “FGTS”;
  • Desça a página até a opção “FGTS acesso rápido”;
  • E depois em “Serviços para o empregador”;
  • Clique em “Consultar CRF”;
  • Informe o CNPJ da empresa a ser consultada;
  • Clique em “Obtenha o Certificado de Regularidade do FGTS”;
  • Por fim, clique em “Visualizar”, para imprimir a Certidão de FGTS.

Qual a validade da certidão de FGTS?

A certidão de FGTS tem validade de 30 dias. Sendo assim, caso necessário basta repetir o passo a passo acima para emissão de uma nova certidão.

Vale lembrar que a certidão em questão só será emitida, caso a empresa esteja em dia com as suas obrigações para o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Sendo assim, solicite ao seu contador a guia de FGTS mensal e efetue o recolhimento até a data de pagamento.

Como tirar certidão FGTS MEI?

O MEI – Microempreendedor Individual que possui funcionários também pode tirar a certidão de FGTS a qualquer momento, desde que esteja com as contribuições em dia.

O processo para tirar certidão FGTS MEI é o mesmo, ou seja, basta acessar o site da Caixa Econômica Federal, portando o número do CNPJ e emitir o documento, conforme detalhado no passo a passo acima.

Qual a data de vencimento do FGTS?

O prazo para recolhimento do FGTS é o dia 7 do mês subsequente à folha de pagamento.

Sendo assim, sobre a folha de pagamento de janeiro, o recolhimento deve acontecer até o dia 7 de fevereiro e assim sucessivamente nos demais meses do ano.

Caso não exista expediente bancário no dia 7, o prazo para pagamento a ser considerado deve ser o dia útil imediatamente anterior.

Contabilidade Online

Como emitir a guia de FGTS?

Para emissão da guia, a contabilidade precisa enviar para a Caixa Econômica Federal o arquivo SEFIP.

Por sua vez, a SEFIP deve conter:

  • Dados cadastrais do empregador e contribuinte;
  • Remunerações dos trabalhadores;
  • Afastamentos e retornos de funcionários;
  • Valor do Salário-família; (quando houver);
  • Valor do Salário-maternidade (quando houver);
  • Compensações;
  • Exposição a agentes nocivos;
  • Dentre outras informações.

Qual a multa por pagar o FGTS em atraso?

O artigo 22 da Lei nº 8.036, de 11 de maio de 1990, prevê que o empregador que não efetuar o pagamento do FGTS dentro do prazo devido, fica sujeito ao pagamento de juros e multa, confira:

“Art. 22. O empregador que não realizar os depósitos previstos nesta Lei, no prazo fixado no art. 15, responderá pela incidência da Taxa Referencial – TR sobre a importância correspondente.

  • 1o Sobre o valor dos depósitos, acrescido da TR, incidirão, ainda, juros de mora de 0,5% a.m. (cinco décimos por cento ao mês) ou fração e multa, sujeitando-se, também, às obrigações e sanções previstas no Decreto-Lei no 368, de 19 de dezembro de 1968.”

Além disso, será cobrada uma multa de 5% a 10% sobre o valor devido, veja:

“§ 2o-A. A multa referida no § 1o deste artigo será cobrada nas condições que se seguem:

I – 5% (cinco por cento) no mês de vencimento da obrigação;

II – 10% (dez por cento) a partir do mês seguinte ao do vencimento da obrigação.

Vale lembrar que além dos juros e multa, a empresa que possui débitos em aberto relativos ao fundo de garantia, não conseguirá emitir a certidão de FGTS, situação que pode ser um impeditivo para participação em licitações, concessão de empréstimos e financiamentos, dentre outras complicações.

Por fim, vale destacar que nos casos onde a empresa não efetuar o pagamento do FGTS por período superior a 3 meses, os seus funcionários podem pleitear na justiça a rescisão indireta do contrato de trabalho.

Nesse caso, a empresa é obrigada a pagar todas as verbas rescisórias devidas, incluindo a multa de 40% do FGTS.

Contabilidade para cálculo de FGTS e folha de pagamento

Procurando uma contabilidade completa que ofereça serviços de emissão da certidão de FGTS, cálculo de FGTS e folha de pagamento?

Conte com a Já Calculei, temos planos sob medida para as necessidades do seu negócio e serviços completos em contabilidade.

A Já Calculei é um dos maiores escritórios de contabilidade online do país. Atendemos negócios em mais de 1.000 cidades, distribuídas entre todas as regiões do país.

Aqui na Já Calculei você encontra atendimento rápido, profissionais capacitados e tudo o que a sua empresa precisa em serviços contábeis por mensalidades que cabem no orçamento do seu negócio.

Temos planos a partir de R$ 99,00 mensais para que a sua empresa fique completamente em dia com o fisco, evitando multas e penalidades.

Para saber mais e tirar suas dúvidas, clique aqui, entre em contato conosco e converse com um dos nossos contadores.