Autônomo x PJ: Como o médico pode pagar menos imposto?





Autônomo x PJ: Como o médico pode pagar menos imposto?

Por: | Data: março 9, 2022

Autônomo x PJ

Autônomo ou PJ, qual é a melhor opção para médicos que desejam pagar menos imposto e conseguir lucros maiores?

No dia a dia e rotina agitada dos médicos, que pode incluir consultório, hospital, cirurgias e plantões, arrumar tempo para gerenciar os negócios e cuidar de tarefas administrativas costuma ser um grande desafio.

Uma dessas tarefas é a gestão fiscal e tributária dos seus rendimentos. Na maioria das vezes, por falta de tempo para buscar informações e orientação especializada, os médicos acabam pagando mais impostos que o necessário.

Você sabe como funciona a tributação dos médicos e quanto um médico paga de impostos todos os meses?

Neste conteúdo, vamos apresentar todos os detalhes sobre o assunto e explicar como o médico pode pagar menos imposto.

Tributação do Médico Autônomo

O médico autônomo, ou seja, aquele que atua sem CNPJ, em consultório próprio ou presta serviços para clínicas e hospitais na condição de pessoa física, é o que possui a maior carga tributária.

De acordo com a legislação em vigor, os rendimentos de profissionais autônomos são tributados pelo IRPF – Imposto de Renda Pessoa Física, cuja alíquota pode chegar a 27,50%, conforme tabela abaixo:

Base de cálculo Alíquota Parcela a deduzir
Até 1.903,98 Isento Isento
De 1.903,99 até 2.826,65 7,50% R$ 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15% R$ 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,50% R$ 636,13
Acima de 4.664,68 27,50% R$ 869,36

Além disso, os médicos autônomos precisam contribuir para o INSS e ISS:

  • INSS: Médicos autônomos contribuem com uma alíquota mensal de 20% sobre os seus rendimentos (com valor limitado ao teto de contribuição do INSS).
  • ISS: A alíquota de ISS para serviços médicos varia de 2% a 5% sobre o faturamento, a depender do município de atuação do profissional.

Por fim, como podemos observar, somados todos os impostos, a contribuição do médico autônomo pode ser muito elevada.

Sendo assim, veremos no próximo tópico, como funciona a tributação do médico PJ, com o objetivo de descobrir se a melhor opção para um médico é ser autônomo ou PJ.

Abrir Empresa

Tributação do Médico PJ

O médico PJ é aquele que decide abrir um CNPJ e passa a prestar serviços em consultório próprio ou para clínicas e hospitais na condição de pessoa jurídica.

O profissional que toma essa decisão, pode optar por registrar seu CNPJ no Simples Nacional ou no Lucro Presumido, regimes tributários que podem garantir uma boa economia, conforme veremos na sequência.

Simples Nacional para médicos

Médicos que decidem abrir um CNPJ e atuam no Simples Nacional pagam seus impostos em guia única, com vencimento mensal e alíquotas a partir de 6%.

A guia do Simples Nacional reúne todos os impostos que o médico precisa pagar, facilitando a vida do profissional.

Por sua vez, o cálculo da guia, pode ser feito com base no Anexo III ou no Anexo V, conforme explicamos abaixo:

Anexo III para médicos: O Anexo III é destinado para médicos que possuem despesas com folha de pagamento e pró-labore em volume igual ou superior a 28% do seu faturamento.

Neste anexo, a alíquota inicial de tributação é de 6% sobre o faturamento, podendo chegar a 19,50% (já considerando o valor a deduzir da tabela).

Faixa Receita em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até 180.000,00 6,00%
De 180.000,01 a 360.000,00 11,20% R$ 9.360,00
De 360.000,01 a 720.000,00 13,20% R$ 17.640,00
De 720.000,01 a 1.800.000,00 16,00% R$ 35.640,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,00 21,00% R$ 125.640,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,00 33,00% R$ 648.000,00

Anexo V para médicos: O Anexo V é destinado para médicos que não possuem despesas com folha de pagamento e pró-labore em volume igual ou superior a 28% do seu faturamento.

Neste anexo, a alíquota inicial de tributação é de 15,50% sobre o faturamento, podendo chegar a 19,25% (já considerando o valor a deduzir da tabela).

Faixa Receita em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até 180.000,00 15,50%
De 180.000,01 a 360.000,00 18,00% R$ 4.500,00
De 360.000,01 a 720.000,00 19,50% R$ 9.900,00
De 720.000,01 a 1.800.000,00 20,50% R$ 17.100,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,00 23,00% R$ 62.100,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,00 30,50% R$ 540.000,00

Lucro Presumido para médicos

Médicos que decidem abrir um CNPJ também podem optar pelo Lucro Presumido, contribuindo com 13,33% a 16,33% em impostos mensais sobre o faturamento.

A tributação no Lucro Presumido para médicos funciona da seguinte forma:

  • Impostos Federais (IRPJ, CSLL, PIS e COFINS): 11,33%
  • Imposto Municipal (ISS): 2% a 5% (a depender do município).

Cabe a um serviço de contabilidade para médicos, indicar para o médico, qual é o regime tributário mais indicado para sua situação.

No entanto, independente de qualquer coisa, podemos concluir que entre autônomo X PJ, sem dúvidas, abrir um CNPJ é sem dúvidas, a melhor opção para o médico que deseja pagar menos imposto.

Como abrir um CNPJ Médico?

Agora que você já sabe que atuar como PJ é a melhor opção para médicos que desejam pagar menos imposto, é hora de conferir o que é preciso para abrir um CNPJ.

Muitos médicos acreditam que o processo para abrir um CNPJ é complexo e envolve altos custos. No entanto, esse tipo de pensamento é um verdadeiro engano.

Com o apoio da Já Calculei Contabilidade, o médico pode abrir o seu CNPJ de forma gratuita e sem qualquer complicação, basta assinar um dos nossos planos anuais.

Com planos a partir de R$ 99,00 mensais, a Já Calculei cuida de todas as obrigações do médico perante o fisco e ainda oferece abertura de empresa gratuita.

Com essa facilidade, abrir o seu CNPJ e começar a pagar menos impostos só depende de você!

Abrir Empresa

Para saber mais e tirar suas dúvidas, clique aqui e entre em contato conosco!

A Já Calculei atende médicos autônomos e PJ de todo o país, auxiliando os profissionais a pagar menos impostos e manter suas obrigações em dia com o fisco.

Conte com o nosso apoio, venha para a Já Calculei, abra o seu CNPJ e comece a pagar menos imposto.