Preciso de contador para abrir empresa?

Por: | Data: setembro 24, 2021

Preciso de contador para abrir empresa

Quando o assunto é a abertura de empresa, uma das dúvidas mais comuns aos empreendedores é a seguinte: Preciso de contador para abrir empresa?

Indo direto ao ponto, para essa pergunta a resposta é “SIM”, você precisa de contador para abrir empresa.

Com exceção do MEI – Microempreendedor Individual que pode abrir a sua empresa pela internet, em todas as demais situações, será preciso o apoio e assessoria de um contador para conferir o devido andamento ao processo de abertura da empresa.

O contador é o profissional habilitado e registrado pelo CRC – Conselho Regional de Contabilidade para fornecer assessoria e orientação aos empresários no processo de legalização de seus negócios perante os órgãos públicos.

Por sinal, até mesmo para o MEI, apesar de não obrigatório, é recomendada a contratação de um contador.

O profissional de contabilidade conhece todas as rotinas, documentos necessários e trâmites legais para que uma empresa esteja 100% em dia com o fisco, evitando assim, multas, sanções e quaisquer tipos de problemas.

Abrir Empresa

Preciso de contador para abrir ME?

ME ou Microempresa é um porte empresarial criado pela Lei Complementar 123/2006 que criou o Simples Nacional.

De acordo com a referida Lei, são consideradas microempresas as organizações de caráter empresarial cujo faturamento anual não supere R$ 360 mil reais.

Essas empresas devem contar com tratamento diferenciado e certos benefícios, como por exemplo, a possibilidade de optar pelo Simples Nacional.

No entanto, a Lei não dispensa as microempresas das suas obrigações legais, sendo assim, respondendo à pergunta “preciso de contador para abrir ME”, a resposta é “SIM.”

Na prática, o empreendedor precisa do contador para abrir toda e qualquer empresa, independente do seu porte, natureza jurídica ou segmento.

Quais são os documentos para abrir uma empresa?

Você já sabe que precisa de contador para abrir empresa, mas afinal, quais são os documentos exigidos para formalização de um negócio?

A lista de documentos exigida para abertura de empresas, é a seguinte:

  • RG e CPF do empresário individual ou dos sócios;
  • Comprovante de Residência do empresário ou dos sócios;
  • Inscrição Imobiliária ou Carnê IPTU do ponto comercial;
  • Contrato Social ou Requerimento de Empresário Individual em três vias;
  • FCN (Ficha de Cadastro Nacional) modelo 1 e 2, em uma via.

Após separar todos os documentos acima, você deve procurar um contador para entrar com o pedido para registro e legalização da sua empresa.

Possui dúvidas em relação aos documentos necessários para abertura de empresa? Não se preocupe, a Já Calculei Contabilidade Online está à disposição para tirar suas dúvidas e cuidar do processo para abertura do seu negócio.

Quanto custa para abrir empresa?

Você já sabe que precisa de contador para abrir empresa. Mas, afinal, quanto custa para abrir uma empresa?

Os custos para abrir uma empresa envolvem o pagamento das taxas da Junta Comercial e os honorários do contador.

No entanto, empreendedores que escolhem a Já Calculei Contabilidade Online ganham abertura de empresa grátis.

Não cobramos honorários para a abertura de empresas, sendo assim, você paga apenas a taxa da Junta Comercial do seu estado e a nossa equipe cuida de todos os trâmites para completa legalização do seu negócio, gratuitamente.

Veja o que você precisa fazer para abrir a sua empresa conosco:

  • Efetue o seu cadastro em nosso chatbot, clicando aqui;
  • Escolha o plano ideal para as suas necessidades;
  • Efetue o pagamento da primeira mensalidade.

Passo a passo para abrir empresa

O processo para abertura e legalização de empresas depende de uma série de documentos e registros perante órgãos públicos.

Dentre os documentos exigidos para que uma empresa entre em funcionamento de forma legal, podemos destacar:

  • CNPJ – Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas;
  • Inscrição Estadual;
  • Inscrição Municipal;
  • Alvará de Funcionamento.

Mas afinal, como obter todos esses documentos e regularizar uma empresa? Confira mais informações no passo a passo abaixo:

1.Contrate um contador

O primeiro passo para abrir uma empresa consiste na contratação de um escritório de contabilidade.

Você precisará do apoio e assessoria do contador em todas as etapas do processo que precisa ser seguido para abertura de uma empresa.

2.Escolha o tipo de empresa, CNAE e regime tributário

Após contratar um contador, você precisará definir três pontos importantes, são eles:

  • Tipo de Empresa (natureza jurídica);
  • Regime Tributário;
  • CNAE – Classificação Nacional de Atividades Econômicas.

São várias opções em cada caso e o contador precisa fornecer a orientação necessária para que você faça as melhores escolhas para o seu negócio.

Em relação ao tipo de empresa, temos as seguintes opções:

  • EI – Empresário Individual;
  • SLU – Sociedade Limitada Unipessoal;
  • Sociedade Empresária Limitada;
  • Sociedade Simples;
  • Sociedade Anônima.

Quanto ao regime tributário, temos três opções:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

Por fim, quanto ao CNAE são mais de 1.000 tipos de atividades para que você escolha aquela que melhor se enquadra ao seu negócio.

Abrir Empresa

3.Registro da empresa na Junta Comercial

Após definir os itens do passo anterior, será necessário registrar a empresa na Junta Comercial.

Esse registro pode ser feito por meio de um Contrato Social ou Requerimento de Empresário a depender do tipo de empresa a ser aberta.

4.Emissão do CNPJ

Na sequência, será preciso emitir o CNPJ – Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas.

O CNPJ é um documento emitido pela Receita Federal e obrigatório para todas as empresas.

5.Emissão da Inscrição Estadual

Na sequência, caso a sua empresa exerça atividades relacionadas ao Comércio ou Indústria, será preciso emitir uma Inscrição Estadual.

É a partir da Inscrição Estadual que as empresas conseguem emitir notas e cupons relacionados à venda de mercadorias.

6.Emissão da Inscrição Municipal e Alvará de Funcionamento

Por fim, será preciso solicitar a prefeitura do município de instalação da empresa, a emissão de dois documentos essenciais, são eles:

  • Inscrição Municipal;
  • Alvará de Funcionamento.

Após conferir todas essas etapas, temos certeza de que você não tem mais dúvidas quando o assunto é “preciso de contador para abrir empresa.”, não é mesmo?

Não se preocupe com os trâmites burocráticos, conte com o nosso time de especialistas e abra a sua empresa de forma simples, gratuita e sem qualquer complicação.

Ficou com alguma dúvida? Clique aqui e entre em contato conosco, agora mesmo.

Por que contratar um contador é importante?

Você precisa de contador para abrir empresa. No entanto, a responsabilidade do profissional de contabilidade inclui também, todos os processos para que uma empresa permaneça em dia com suas obrigações fiscais, contábeis e de folha de pagamento.

Contratar um contador é importante, pois além de fornecer toda orientação e assessoria que você precisa para abrir a sua empresa, este profissional será o responsável pelas seguintes tarefas:

  • Realização de alterações contratuais no Contrato Social;
  • Controle de certidões negativas de débito.
  • Registro de movimentos contábeis;
  • Elaboração de balanços e balancetes;
  • Preenchimento e arquivamento de livros contábeis;
  • Cálculo da folha de pagamento dos funcionários;
  • Cálculo do pró-labore dos sócios;
  • Cálculo de férias, rescisão e 13º salário;
  • Registro do afastamento de funcionários;
  • Registro de demissões e admissões;
  • Cálculo e emissão das guias de FGTS e INSS;
  • Transmissão do eSocial;
  • Fornecimento de orientação e assessoria tributária;
  • Elaboração de planejamentos tributários;
  • Escrituração e controle do movimento de notas fiscais;
  • Apuração e cálculo de impostos federais, estaduais e municipais;
  • Emissão de guias para o pagamento de impostos;
  • Envio de todas as declarações e obrigações acessórias exigidas pelo fisco.

Por fim, vale destacar que para o nosso Código Civil, os serviços de contabilidade são fundamentais e obrigatórios:

“Art. 1.179. O empresário e a sociedade empresária são obrigados a seguir um sistema de contabilidade, mecanizado ou não, com base na escrituração uniforme de seus livros, em correspondência com a documentação respectiva, e a levantar anualmente o balanço patrimonial e o de resultado econômico.”

Como escolher a melhor natureza jurídica para abrir empresa

Não restam dúvidas, você precisa de contador para abrir empresa, e por sinal, uma das responsabilidades do profissional de contabilidade, consiste em indicar a melhor natureza jurídica para formalização do seu negócio.

Dentre as naturezas jurídicas disponíveis na legislação atual, temos as seguintes opções:

1.EI – Empresário Individual: Uma das opções em tipos de empresas para abrir um negócio de forma individual, ou seja, sem sócios.

Além de ser voltado exclusivamente para abertura de empresas individuais, nesse tipo de empresa a responsabilidade do empresário é ilimitada.

Na prática, isso significa que os bens pessoais do empreendedor podem ser penhorados para quitação de dívidas não pagas pela sua empresa.

2.SLU – Sociedade Limitada Unipessoal: Opção mais procurada e indicada para quem pretende abrir uma empresa individual.

Esse tipo de empresa substituiu a antiga EIRELI e tem como principal vantagem a responsabilidade limitada.

Sendo assim, ao contrário do que acontece na EI, as dívidas vinculadas ao CNPJ, não podem afetar o patrimônio pessoal do empreendedor.

Além disso, um mesmo empreendedor pode abrir mais de uma Sociedade Limitada Unipessoal, diferentemente do que acontece no EI – Empresário Individual.

3.Sociedade Empresária Limitada: Tipo de empresa para quem pretende abrir um negócio com dois ou mais sócios.

Sua principal vantagem é a natureza limitada, que protege o patrimônio dos sócios de dívidas da empresa, limitando a responsabilidade dos sócios a sua participação no capital social.

Além disso, esse tipo de empresa oferece flexibilidade para inclusão e exclusão de sócios do quadro societário, a qualquer momento.

4.Sociedade Simples: A Sociedade Simples é um tipo de empresa destinada exclusivamente ao exercício de atividades de natureza, artística, científica ou literária.

Devido às suas características essa é uma excelente opção para médicos, dentistas, engenheiros, arquitetos e outros profissionais que desejam desenvolver suas atividades em sociedade.

5.SUA – Sociedade Unipessoal de Advocacia: Como o próprio nome sugere, esse é um tipo de empresa exclusivo para profissionais que pretendem abrir um CNPJ para conquistar o direito de exercer a advocacia como pessoa jurídica.

A Sociedade Unipessoal de Advocacia é muito procurada por profissionais da advocacia que buscam uma alternativa para garantir economia no pagamento de impostos.

6.Sociedade Anônima – S.A: Tipo de empresa onde o capital social é dividido em ações, que são distribuídas entre seus sócios.

A responsabilidade de cada sócio fica limitada ao valor das suas ações, ou seja, a sua participação no negócio.

Por fim, vale destacar que uma S.A pode ser classificada como sociedade de capital aberto (com ações negociadas na Bolsa de Valores) e sociedade de capital fechado (sem ações negociadas na Bolsa de Valores).

Como escolher o melhor regime tributário para abrir empresa

Você já sabe que precisa de contador para abrir empresa e tirou uma série de dúvidas a respeito do assunto, conferindo inclusive, os tipos de empresas que podem ser abertas no Brasil.

Sendo assim, antes de finalizarmos este conteúdo, é muito importante que você conheça as três alternativas em regime tributário para quem pretende abrir uma empresa.

São três opções:

1.Simples Nacional: Regime tributário exclusivo para micro e pequenas empresas, ou seja, estabelecimentos com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.

Neste tipo de empresa, os impostos são calculados em um percentual sobre o faturamento e recolhidos em guia única, através do DAS – Documento de Arrecadação do Simples Nacional.

2.Lucro Presumido: O Lucro Presumido é um regime tributário destinado a empresas com faturamento anual de até R$ 78 milhões.

Sendo assim, até mesmo as empresas elegíveis ao Simples Nacional, podem optar pelo Lucro Presumido, caso indicado pela contabilidade, como a alternativa mais econômica.

3.Lucro Real: Por fim, temos o Lucro Real, regime tributário que é destinado a empresas de médio e grande porte, com faturamento anual acima de R$ 78 milhões e instituições financeiras.

Neste regime tributário, os impostos são calculados sobre o lucro líquido, no entanto as alíquotas são elevadas e a complexidade da legislação é maior.

Contabilidade para abrir empresa gratuitamente

Venha abrir sua empresa com a Já Calculei Contabilidade Online, atendemos empresas e empreendedores de todas as partes do país, oferecendo serviços gratuitos para abertura de empresas.

Você precisa de contador para abrir empresa, mas isso não significa que você precisa pagar caro para tirar seus planos do papel e legalizar o seu negócio.

Para saber mais e abrir sua empresa gratuitamente, clique aqui e fale com um dos nossos especialistas!

Abrir Empresa