Margem Bruta: Entenda o que é e como calcular

Por: | Data: outubro 14, 2021

Margem Bruta

Você conhece a margem bruta da sua empresa? Conheça esse indicador, entenda a sua importância e veja como calcular a margem bruta do seu negócio.

Entender o conceito de margem bruta e como aplicá-lo na gestão empresarial é fundamental para que o empreendedor acompanhe o resultado real dos seus negócios.

Com indicadores e informações precisas em mãos, o empresário tem chances maiores de levar a sua empresa ao sucesso e alcançar os lucros esperados no seu negócio.

Sabendo disso, a Já Calculei preparou este conteúdo completo sobre margem bruta, onde pretendemos apresentar esse importante indicador e tirar todas as suas dúvidas sobre ele.

Confira atentamente o conteúdo até o final e tenha em mãos, mais informações para a gestão do seu negócio.

O que é Margem Bruta?

Margem Bruta é um indicador utilizado nas empresas para determinar a margem de lucro sobre cada venda após a exclusão dos custos diretos sobre os produtos ou serviços.

O cálculo da margem bruta é realizado por meio da seguinte fórmula:

(Lucro bruto/receita total) x 100

Para que você entenda melhor o assunto, vejamos um exemplo prático:

A empresa XYZ realizou em determinado mês, vendas no valor de R$ 50.000,00

No entanto, sobre essas vendas, foi preciso descontar os custos com aquisição dos produtos nos fornecedores no montante total de R$ 20.000,00.

Com base nesses valores temos um lucro bruto de R$ 30.000,00. Sendo assim, agora, vamos aplicar a fórmula para descobrir a margem bruta:

(R$ 30.000,00/R$ 50.000) x 100 = 60% de margem bruta.

Contabilidade Online

O que é Margem Líquida?

Agora que você já sabe o que é e como calcular a margem bruta, é importante avançar um pouco mais no conhecimento e entender outro conceito importante: a margem líquida.

Diferentemente da margem bruta, que leva em consideração apenas o custo direto dos produtos, a margem líquida considera todos os custos da empresa e tem por objetivo encontrar o lucro líquido ou efetivo sobre cada venda.

O cálculo da margem líquida é realizado por meio da seguinte fórmula:

Lucro líquido / Receita total x 100

No tópico anterior, a empresa do nosso exemplo, alcançou uma margem bruta de 60% sobre a venda dos seus produtos, mas afinal, qual será a margem líquida?

Para encontrar a margem líquida, o empreendedor deve considerar todos os custos diretos e indiretos relacionados ao negócio, dentre eles:

  • Custo das mercadorias e despesas com fornecedores;
  • Despesas com contas de consumo como água, energia e internet;
  • Despesas com folha de pagamento;
  • Custos com aluguel;
  • Entre outras.

Já sabemos que o custo com fornecedores da empresa utilizada em nosso exemplo foi de R$ 20,000.00.

Agora, vamos considerar outros R$ 20.000,00 para os demais custos das empresas.

Com base nessas informações, temos que os custos totais da empresa no mês em questão foram de R$ 40.000,00 e as vendas de R$ 50.000,00

Sendo assim, podemos concluir que temos um lucro líquido de R$ 10.000,00

Agora fica fácil encontrar a margem líquida, basta aplicar a fórmula:

(R$ 10.000,00/ R$ 50.000,00) x 100% = 10% de margem líquida

Por que a margem bruta é importante

Conhecer a margem bruta e também a margem líquida do negócio, é fundamental para que o empreendedor conheça a rentabilidade da sua empresa, precifique os produtos corretamente e evite prejuízos.

Imagine, por exemplo, que a empresa do nosso exemplo registrou em determinado período uma margem bruta de apenas 20% com outros custos no montante de R$ 20.000,00.

Veja como ficariam os cálculos:

Receita: R$ 50.000,00

Margem Bruta: R$ 10.000,00 ou 20%

Outros custos e despesas: R$ 20.000,00

Lucro Líquido: – R$ 10.000 (prejuízo)

Margem líquida: R$ – R$ 10.000,00 / R$ 50.000,00 =  – 20%

Com base nesses números teríamos uma margem líquida negativa, ou seja, um prejuízo para a empresa.

Diante desse cenário, o empreendedor precisaria buscar alternativas para recuperar a margem de lucro dos seus negócios, incluindo:

  • Busca de fornecedores com melhor preço;
  • Revisão do preço de venda dos produtos;
  • Redução de custos diretos e indiretos da empresa;
  • Entre outras medidas.

No entanto, na maioria das vezes, o empresário só percebe que tem algo de errado e que precisa tomar alguma medida quando tem acesso a indicadores como a margem bruta e a margem líquida.

Sem esse tipo de informação, gerenciar o negócio de forma assertiva torna-se praticamente impossível e a empresa pode registrar prejuízos sucessivos, o que resultaria inevitavelmente no encerramento das suas atividades.

Outras considerações importantes sobre a margem bruta

Quando falamos de margem bruta também é muito importante que o empresário leve em consideração alguns aspectos importantes, dentre eles:

Margem bruta por produto: O empresário que conhece todos os custos da sua empresa, sabe exatamente qual é a margem bruta mínima para cada produto.

Sendo assim, se temos uma empresa com margem bruta de no mínimo 30% e produtos com margem inferior a esse valor, talvez seja hora de mudar a estratégia e apostar em outros produtos.

Captação de investidores: Para aqueles que procuram atrair investidores para o seu negócio, apresentar uma margem bruta consistente é fundamental.

Você não conseguirá atrair investidores antes de comprovar que a sua empresa é capaz de gerar lucros.

Por sua vez, os indicadores de margem bruta e margem líquida podem auxiliar nessa missão.

Gestão informatizada: Você já sabe o que é margem bruta e também margem líquida, conceitos e indicadores importantes para qualquer negócio.

Agora, é hora de investir em um software de gestão empresarial que entregue relatórios com esse tipo de informação.

A gestão da sua empresa precisa ser ágil, em muitos casos, as decisões precisam ser rápidas para garantir a sobrevivência e o lucro dos negócios, portanto, você não pode depender de cálculos manuais para encontrar os indicadores da sua empresa.

Por fim, agora que você já sabe tudo sobre margem bruta e margem líquida, temos certeza que você vai acompanhar esse importante indicador na gestão dos seus negócios.

Para mais dicas de gestão empresarial, continue acompanhando o Blog da Já Calculei, a sua Contabilidade Online!