Fluxo de Caixa: o que é, como fazer e qual a importância

Por: | Data: outubro 4, 2021

Fluxo de Caixa: o que é, como fazer e qual a importância

É essencial que todo gestor de empresa realize o Fluxo de Caixa, essa ferramenta contábil é importantíssima para o empreendimento, logo, quem trabalha com o controle financeiro do negócio precisa compreender detalhes sobre essa questão do mundo empresarial.

Quer entender melhor sobre esse assunto? Continue acompanhando esse artigo com atenção.

Afinal, o que é Fluxo de Caixa? Entenda

De forma geral, para um negócio, o Fluxo de Caixa é toda movimentação de entrada e de saída de dinheiro do caixa, portanto, é aquilo que a empresa recebe e paga. Em suma, é uma ferramenta contábil que permite monitorar as finanças, rendimentos e investimentos.

Entenda que o Fluxo de Caixa é controlado a partir dos registros em detalhes daquilo que se ganha e dos custos, sendo assim, é necessário ter disciplina e é importantíssimo evitar erros.

Ainda que pareça ser um procedimento fácil, o Fluxo de Caixa merece atenção, visto que é capaz de identificar os gastos e projetar o lucro ao decorrer de determinado período.

Desse modo, ao monitorar o Fluxo de Caixa sem erros, dá para visualizar com clareza a situação financeira do empreendimento, isso significa que essa é uma estratégia para compreender a disponibilidade e liquidez do negócio.

A contabilidade online é ideal para quem desejar colher os benefícios dessa ferramenta.

Tipos de Fluxo de Caixa

Há diversas categorias de Fluxo de Caixa, cada modalidade com suas próprias particularidades e propósitos. Entenda um pouco sobre cada tipo:

• O Fluxo de Caixa Direto é o mais usado em qualquer segmento, principalmente por contabilidade online, já que considera a maneira bruta dos procedimentos financeiros, deixando de lado os descontos. Toda entrada e saída é disposta em categorias conforme as atividades de gerenciamento;

• O Fluxo de Caixa Indireto se difere, pois, usa o balanço patrimonial para ponderar a alteração de ativos no período, desta maneira, o controle calcula o lucro em determinado intervalo e faz ajustes a partir da amortização e de depreciação;

• O Fluxo de Caixa Projetado não usa os valores que foram adicionados ou eliminados do orçamento, a sua função é prever as receitas e os gastos, logo, dá para elaborar o orçamento para quitar despesas e respeitar prazos;

• O Fluxo de Caixa Operacional é uma categoria que agrupa os custos e receitas operacionais, portanto, levanta todo movimento financeiro necessário para que o empreendimento opere, desde a folha salarial até a reposição de estoque.

Está gostando desse conteúdo? Acompanhe outras postagens do blog!

Como fazer o Fluxo de Caixa de uma empresa? Descubra

O Fluxo de Caixa de um empreendimento pode ser realizado de diversas formas, explicaremos para você como fazer esse processo através de 4 passos bem simples.

1: Entenda qual é o saldo inicial do negócio

Primeiramente, para usar essa ferramenta contábil, é necessário verificar a quantia de dinheiro que se encontra em caixa, logo, é possível gerenciar as finanças de forma sólida e rigorosa.

2: Categorize os gastos e receitas

Só dá para realizar o lançamento de receitas e dos gastos para o Fluxo de Caixa, quando qualquer transação tiver sido classificada.

Compreenda que é algo importantíssimo para o futuro do negócio, principalmente, no momento em que você decide avaliar as origens de relevância dos recursos, ou dos gastos que poderão ser eliminados ou diminuídos.

Entenda que não existem normas para desenvolver essas categorias, o interessante é refletir sobre as análises que vão ser relevantes para a sua empresa, tais como: a quantia gasta na divulgação ou com valores direcionados para as entregas.

É possível organizar os lançamentos em:

• Telefone;

• Energia;

• Aluguel;

• Salários;

• Materiais etc.

3: Realize todos os registros

Agora já é possível anotar tudo aquilo que a organização pode receber dentro de um período definido. Desse modo, é possível projetar o Fluxo de Caixa, os especialistas recomendam considerar um período de um ano.

Tenha anotado qualquer pagamento que foi recebido, seja a prazo, seja à vista, também considere as contas que precisam ser recebidas e qualquer eventual entrada de dinheiro.

Não esqueça de informar a data concreta em que determinada transação ocorreu ou pode acontecer.

4: Mantenha os lançamentos atualizados

É fundamental acrescentar qualquer lançamento que surgir e alterar os valores que passaram por modificações, como a conta de energia que ultrapassou o valor esperado.

Entenda que é a diferença entre a entrada e a saída de recursos que acaba sendo o saldo do seu caixa, logo, é a quantia que você tem em mãos para poder trabalhar.

Contabilidade Online

Por que o Fluxo de Caixa é tão importante?

Se você chegou até aqui, certamente, já deu para compreender um pouco a importância do Fluxo de Caixa, porém, se ainda não ficou tão claro, explicamos a seguir:

• O Fluxo de Caixa vai tornar os prazos de pagamento flexíveis para os consumidores sem que as atividades da empresa sejam comprometidas;

• Avaliar quando é o momento de investir em tarefas por meio de financiamentos e/ou empréstimos;

• Entender se haverá recursos em falta ou sobrando no futuro;

• Compreender o momento de fazer negócio cujo prazo é maior com o fornecedor.

Logo, além de ser importante, fazer o Fluxo de Caixa é benéfico para o gerenciamento de qualquer empresa, certo?

Agora é com você! Entre em contato conosco para aproveitar os benefícios da contabilidade online!