Adicionar CNAE MEI

Por: | Data: março 29, 2022

Adicionar CNAE MEI

Como adicionar CNAE MEI? Essa é uma dúvida comum entre microempreendedores individuais de todas as partes do país.

Sabendo disso, a Já Calculei Contabilidade Online, decidiu preparar um conteúdo completo sobre o assunto e esclarecer de forma definitiva essa e outras dúvidas.

Preparamos um passo a passo simples e objetivo para que você saiba exatamente o que precisa fazer para alterar ou adicionar CNAE MEI.

Deseja saber mais sobre o assunto e conferir o passo a passo? Continue conosco e acompanhe esse conteúdo até o final.

O que é CNAE?

CNAE é a sigla para Classificação Nacional de Atividades Econômicas, um código com 7 dígitos, que é utilizado pelo fisco para organizar e catalogar todas as atividades desenvolvidas no país.

De acordo com a legislação em vigor, todas as pessoas jurídicas precisam ter pelo menos uma atividade, ou seja, um CNAE vinculado ao CNPJ.

É importante esclarecer que ao todo, são mais de 1.300 CNAEs disponíveis, mas, no entanto, nem todos estão disponíveis para o microempreendedor individual.

Confira algumas das atividades permitidas para o MEI:

4722-9/01       Açougueiro(a) independente

9609-2/07       Adestrador(a) de animais independente

7911-2/00       Agente de viagens independente

1412-6/02       Alfaiate independente

9602-5/01       Barbeiro independente

4322-3/01       Bombeiro(a) hidráulico independente

4520-0/06       Borracheiro(a) independente

9602-5/01       Cabeleireiro(a) independente

9001-9/02       Cantor(a)/músico(a) independente

4520-0/08       Capoteiro(a) independente

9529-1/02       Chaveiro(a) independente

4755-5/02       Comerciante de artigos de armarinho independente

1091-1/02       Confeiteiro(a) independente

9700-5/00       Diarista independente

4520-0/03       Eletricista de automóveis independente

4321-5/00       Eletricista em residências e estabelecimentos comerciais independente

4322-3/01       Encanador independente

7420-0/01       Fotógrafo(a) independente

4321-5/00       Instalador(a) de antenas de tv independente

8130-3/00       Jardineiro(a) independente

9602-5/02       Maquiador(a) independente

3101-2/00       Marceneiro (a) sob encomenda ou não independente

4520-0/01       Mecânico(a) de veículos independente

3329-5/01       Montador(a) de móveis independente

5229-0/99       Motorista (por aplicativo ou não) independente

4399-1/03       Pedreiro independente

4330-4/04       Pintor(a) de parede independente

8599-6/99       Professor(a) particular independente

4923-0/01       Taxista independente

Para consultar a lista completa de atividades permitidas para o MEI, clique aqui.

Abrir Empresa

Quantos CNAEs o MEI pode ter?

De acordo com a legislação em vigor, o MEI pode ter até 16 atividades vinculadas ao seu CNPJ, desde que uma delas seja a atividade principal.

Essas atividades também precisam estar presentes no rol de atividades permitidas para o microempreendedor individual, conforme lista que apresentamos no link acima.

Sendo assim, se você possui menos de 16 atividades cadastradas no seu CNPJ, pode adicionar CNAE MEI a qualquer momento.

Como adicionar CNAE MEI?

Adicionar CNAE MEI é muito fácil e após conferir a lista de atividades permitidas você pode fazer isso por conta própria, seguindo o passo a passo abaixo:

  1. Acesse o Portal do Empreendedor e escolha a opção “Já sou MEI”;
  2. Na sequência, clique em “Atualização Cadastral” e depois em “Solicitar”;
  3. Faça login com o seu CPF e senha GOV;
  4. Confirme e atualize seus dados pessoais e informações do negócio;
  5. No campo “Dados para Alteração”, adicione os novos CNAEs;
  6. Após conferir todos os dados envie o formulário;
  7. Por fim, imprima o novo Certificado de Condição de Microempreendedor.

Vale destacar que o procedimento acima também é válido para exclusão e alteração de CNAE MEI, desde que respeitado o limite máximo de 16 atividades.

Não encontrei meu CNAE no MEI: o que fazer?

Conforme explicamos anteriormente, existem atividades que não são permitidas para o Microempreendedor Individual, e, portanto, não estão disponíveis no Portal do Empreendedor.

Se ao tentar adicionar CNAE MEI, você não encontrou a atividade que desejava, a melhor alternativa é migrar de MEI para ME.

ME é a sigla para Microempresa, uma categoria empresarial imediatamente superior ao MEI e destino de empreendedores que estão crescendo ou que precisam desenvolver atividades não permitidas ao microempreendedor individual.

Como ME, você poderá faturar até R$ 360 mil, contratar mais funcionários e desenvolver atividades que não são permitidas ao MEI.

Além disso, você continuará pagando seus impostos em guia única mensal, no entanto, os valores passam a ser proporcionais ao seu faturamento.

Migrar de MEI para ME é muito simples e a Já Calculei Contabilidade Online pode ajudar você!

Confira o passo a passo:

1.Acesse a nova página de migração MEI para ME, clicando aqui;

2.Clique no botão Migrar MEI para ME“;

3.Responda às perguntas do nosso chatbot;

4.Escolha uma assinatura mensal;

5.Envie os documentos necessários;

6.Aguarde enquanto concluímos a alteração da sua empresa de MEI para ME.

MEI: Dúvidas Frequentes

Você já sabe como adicionar CNAE MEI e tirou outras dúvidas relacionadas ao assunto. No entanto, antes de finalizar o conteúdo, decidimos listar outras dúvidas comuns ao microempreendedor individual.

Confira o pequeno FAQ com perguntas e respostas que preparamos para você:

MEI pode ter funcionários? Sim. De acordo com a legislação em vigor, o MEI pode contratar 1 funcionário, desde que não ofereça uma remuneração superior ao piso da categoria profissional do contratado.

MEI pode emitir nota fiscal? Sim. O MEI pode emitir nota fiscal, e não só pode, como é obrigado a emitir notas fiscais quando vende mercadorias ou presta serviços para pessoa jurídica.

MEI tem direito a aposentadoria? Sim. O MEI que mantém o pagamento das suas obrigações em dia, tem direito a aposentadoria por idade e demais benefícios do INSS.

Quanto o MEI paga de impostos? O MEI paga seus impostos em guia única e com valor fixo, atualmente entre R$ 61,60 e R$ 66,60.

MEI precisa de contador? Sim. O MEI precisa de contador para que possa manter as suas obrigações com o fisco em dia, dentre elas:

  • Emissão da guia DAS;
  • Entrega da DAS-MEI;
  • Controle do Livro Caixa;
  • Emissão de notas fiscais;
  • Cálculo da folha de pagamento;
  • Recolhimento do FGTS e INSS de funcionários.

Contabilidade Online

Aqui na Já Calculei, você encontra abertura de empresa e troca de contabilidade grátis e tem acesso a planos com mensalidades reduzidas para microempreendedores individuais e microempresas.

Para saber mais sobre os nossos serviços e tirar suas dúvidas com um especialista, clique aqui e entre em contato conosco!

A Já Calculei atende empresas e microempreendedores de todas as partes do Brasil, oferecendo serviços completos em contabilidade por mensalidades que cabem no seu orçamento.