IRPF 2022: Tire suas dúvidas!

Por: | Data: janeiro 11, 2022

IRPF 2022- Tire suas dúvidas!

Entre os meses de março e abril deste ano, mais de 30 milhões de contribuintes vão precisar entregar a declaração de IRPF 2022, você está preparado?

A declaração de Imposto de Renda é um assunto que costuma gerar uma série de dúvidas nos contribuintes, dentre elas:

  • Quem deve entregar a declaração?
  • Quais são os documentos necessários?
  • Como enviar a declaração de Imposto de Renda?
  • Quais são as despesas dedutíveis

Devido à complexidade e importância do assunto, decidimos preparar um conteúdo e guia completo sobre o IRPF 2022, a fim de tirar todas as suas dúvidas.

Continue conosco, confira se você precisa enviar a declaração de Imposto de Renda e descubra como fazer isso.

Quem precisa entregar o IRPF 2022?

Precisam entregar o IRPF 2022, os contribuintes que se enquadrarem em uma das condições abaixo:

  • Quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 durante o ano de 2021;
  • Todos que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte em valor superior a R$ 40.000,00 durante o ano de 2021;
  • Quem recebeu durante o ano base 2021, valores relacionados a alienação de bens e direitos;
  • Pessoas que possuem patrimônio superior a R$ 300 mil reais;
  • Estrangeiros que residem no Brasil;
  • Quem exerce atividade rural e teve receita bruta acima de R$ 142.798,50.

Se você se enquadra em um ou mais critérios listados acima, é muito importante se preparar para a entrega do IRPF 2022.

Contabilidade Online

Quais os documentos necessários para transmissão do IRPF 2022?

Os contribuintes que estão obrigados a entrega do IRPF 2022, precisam separar alguns documentos que servirão como base para o preenchimento das suas declarações, são eles:

  • CPF do titular e também dos seus dependentes;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de endereço atual;
  • Número do recibo da declaração do ano anterior;
  • Informes de rendimentos bancários;
  • Informes de rendimentos fornecidos por empregadores;
  • Documentos que comprovam a compra e venda de bens;
  • Documentação de imóveis e veículos;
  • Comprovantes de despesas com saúde e educação;
  • Dados Bancários.

Vale destacar que separar todos os documentos que comprovem a posse e a venda de bens ou movimentações financeiras, como recebimentos, empréstimos e investimentos, é essencial para evitar problemas com o fisco e a temida Malha Fina da Receita Federal.

Quais despesas podem ser deduzidas do IRPF 2022?

Existem dois modelos para apresentação e entrega da declaração de Imposto de Renda, cada qual, com suas regras de dedução, veja:

  • Declaração Simples: Na declaração simples, o contribuinte recebe um desconto de 20% sobre a base de cálculo do imposto e não considera despesas com saúde e educação para abatimento do Imposto de Renda.
  • Declaração Completa: Por sua vez, na declaração completa, o contribuinte não recebe descontos, mas pode incluir as suas despesas com saúde e educação para abater o valor do Imposto de Renda.

Além das despesas com saúde e educação, os contribuintes também recebem uma dedução para cada dependente incluído na sua declaração de Imposto de Renda.

Qual o calendário de restituição do IRPF 2022?

A depender dos rendimentos e deduções informados no IRPF 2022, os contribuintes podem ter um saldo a pagar ou um valor a receber como restituição do Imposto de Renda.

Quando há valor a receber ou restituir, é muito importante que o contribuinte fique atento ao calendário de restituição informado anualmente pela Receita Federal.

Como regra, a Receita Federal libera as restituições em cinco lotes, sendo o primeiro deles destinado a idosos e pessoas com doenças graves. Por sua vez, os outros lotes contemplam os demais contribuintes.

Caso você tenha valores a restituir do IRPF 2022, fique atento ao calendário de restituição. O valor é depositado na conta bancária informada no ato de entrega da declaração.

Como enviar a declaração de IRPF 2022?

A declaração de IRPF 2022, deve ser transmitida por meio do programa validador do Imposto de Renda 2022, distribuído pela Receita Federal.

É necessário realizar o download do programa no site da Receita Federal, instalar em um computador, preencher todos os itens corretamente e transmitir a declaração até o final do prazo.

No entanto, para evitar erros no preenchimento, multas e a retenção da declaração na malha fina da Receita Federal, recomenda-se que os contribuintes contem com o apoio e assessoria de um serviço de contabilidade.

Os contadores conhecem todos os detalhes relacionados à legislação do IRPF, e, portanto, são os profissionais mais indicados para preencher e transmitir esse tipo de declaração.

Quem conta com o apoio de um contador para enviar a declaração de Imposto de Renda, evita erros de preenchimento e ainda pode pagar menos impostos ou até mesmo receber restituição.

Precisando enviar a declaração de IRPF 2022? Conte com o apoio do time de contadores e especialistas da Já Calculei Contabilidade, clique aqui e entre em contato conosco, agora mesmo!

O que acontece com quem não enviar a declaração de IRPF 2022 no prazo?

O contribuinte que não enviar a declaração de IRPF 2022 no prazo ou que apresentar a mesma com informações incompletas e divergências, fica sujeito a uma série de penalidades.

A primeira penalidade é a retenção da declaração na Malha Fina e o envio de um comunicado para que o contribuinte compareça a uma unidade da Receita Federal para prestar esclarecimentos.

Além disso, o contribuinte pode ficar com o seu CPF em situação irregular, sendo impedido de abrir conta em bancos, contrair empréstimos ou tomar posse em cargos públicos.

Por fim, o contribuinte ainda fica sujeito ao pagamento de multa e pode responder pelo crime de sonegação fiscal, cuja pena pode chegar a 5 anos de prisão.

Contabilidade Online

Como consultar a entrega e restituição do IRPF 2022?

Após a transmissão da declaração do IRPF 2022, o contribuinte pode acompanhar o status do seu processamento e consultar a data prevista para pagamento da restituição, caso possua direito.

Esse acompanhamento pode ser realizado por meio do Portal E-CAC ou por meio da página para consulta de restituições da Receita Federal, que você pode acessar, clicando aqui.

Ficou com alguma dúvida ou precisa enviar a sua declaração de IRPF 2022? Clique aqui e entre em contato conosco!