Demonstrações contábeis: aprenda a avaliar os relatórios gerados pelo seu contador

Por: | Data: novembro 22, 2021

demonstrações contábeis

Todos os dias, uma grande quantidade de dados é repassada a contadores pelas empresas. A função da contabilidade é, entre outras, gerar relatórios e demonstrações contábeis para controle por parte da empresa.

Nos escritórios de contabilidade, há a emissão de demonstrações contábeis com certa frequência. Isso gera dúvidas em donos de empresas e gestores que precisam realizar sua avaliação.

Por conta disso, no texto atual vamos tratar das demonstrações contábeis emitidas pelos escritórios de contabilidade e como avaliá-los. Tem interesse nesse assunto? Confira a seguir!

Por que é importante analisar as demonstrações contábeis?

Como mencionamos, essas demonstrações contábeis são essenciais ao correto controle contábil e financeiro de qualquer empreendimento. Qualquer negócio, independentemente de seu ramo de atuação, precisa ter uma administração financeira sólida.

A contabilidade é parte essencial dessa boa administração. Por conta disso, as demonstrações contábeis são dados importantíssimos na hora de mensurar os resultados dos negócios.

É importante, para tomar decisões de maneira assertiva, ter dados concretos e saber analisá-los bem. A partir dessa análise assertiva, é possível saber a verdadeira situação de uma empresa, assim como tomar decisões em prol do crescimento da companhia. 

A análise bem-feita das demonstrações contábeis é, portanto, algo essencial para o crescimento de qualquer negócio. Ao negligenciar qualquer aspecto que não ficou claro o suficiente, informações imprecisas podem levar a erros nos negócios e grandes prejuízos.

Como analisar as demonstrações contábeis corretamente?

Agora que você já sabe mais sobre a importância desse ato, vamos falar mais sobre a análise das demonstrações contábeis geradas pela contabilidade. Essa análise pode ser dividida em passos.

demonstrações contábeis

1. Separe as demonstrações contábeis a serem analisadas

Antes de mais nada, é necessário separar o material que vai ser analisado. Alguns documentos, como o Balanço Patrimonial de uma empresa, sempre devem estar à mão no momento da análise.

2. Confira os dados

A partir da coleta de documentos, que pode variar de acordo com as necessidades da empresa, agora é a hora de analisar. É importante verificar a normatização dos documentos da empresa, de acordo com a legislação vigente, assim como:

  • correta auditoria das demonstrações contábeis;
  • qualidade dos dados;
  •  adequação ao padrão do IASB (International Accounting Standards Board);
  • quaisquer observações ou demais fatos notáveis.

3. Prepare e processe os dados

Agora, é o momento para preparar e cuidar de tudo aquilo que, eventualmente, saiu do esperado. O processamento de dados é onde entram, por exemplo, as correções monetárias e outros processos.

Ainda, a reclassificação de quaisquer duplicatas descontadas (como passivo circulante), de despesas de exercício seguinte de exercícios futuros (como patrimônio líquido) e o resultado de exercícios futuros (como Passivo circulante ou não circulante)

4. Diagnostique a situação

O último passo é dar o diagnóstico da situação, após a interpretação dos indicadores analisados. A situação econômica e financeira está normal? Há algum ponto fraco que pode ser melhorado? Essas perguntas podem te ajudar a interpretar as demonstrações contábeis de forma eficiente.

A correta avaliação dos relatórios gerados na contabilidade é essencial para o bom andamento de qualquer empresa. Qualquer equívoco na hora de ler as demonstrações contábeis pode fazer com que você tenha problemas, que podem ser facilmente evitados.

Você gostou de saber mais sobre as demonstrações contábeis emitidas pelos escritórios de contabilidade? Esperamos que esse conhecimento seja de utilidade para que você controle a sua empresa. Para que mais pessoas tenham acesso a tudo que postamos, não deixe compartilhar o post nas suas redes sociais.