Cálculo GPS em atraso: Veja como fazer

Por: | Data: setembro 29, 2021

Cálculo GPS em atraso- Veja como fazer

Qual o passo a passo para cálculo GPS em atraso? Como emitir GPS atualizada após o vencimento original?

Neste conteúdo, vamos apresentar um passo a passo completo para auxiliar você que trabalha como autônomo e precisa emitir uma guia GPS atualizada para pagamento da sua contribuição para o INSS.

Sua guia GPS venceu e você não sabe como emitir um boleto atualizado? Não se preocupe, vamos explicar em detalhes tudo o que você precisa saber.

O que é GPS?

GPS é a sigla para Guia de Previdência Social, documento utilizado por profissionais empresas, profissionais autônomos e contribuintes em geral para recolhimento das suas respectivas contribuições para o INSS.

As contribuições para o INSS são obrigatórias para empresas e trabalhadores vinculados à CLT ou autônomos e visam custear o pagamento de aposentadorias e demais benefícios previdenciários, como o auxílio doença, o salário maternidade, a pensão por morte, dentre outros.

Vale lembrar que o pagamento da GPS deve ser feito mensalmente, levando em consideração o valor da folha de pagamento (no caso das empresas) e a remuneração bruta (no caso dos funcionários e profissionais autônomos).

Agora que você já sabe o que é GPS, vamos avançar para o próximo tópico, onde vamos detalhar o cálculo GPS em atraso.

Contabilidade Online

Cálculo GPS em atraso: Passo a Passo

Atualmente o cálculo GPS em atraso pode ser realizado diretamente pela internet através do Sistema de Acréscimos Legais (SAL). O processo é simples, basta seguir o passo a passo abaixo:

1.Acesse o Sistema de Acréscimos Legais (SAL), clicando aqui.

2.Escolha uma das opções disponíveis para cálculo GPS em atraso, são elas:

  • Contribuintes Filiados antes de 29/11/1999: Permite efetuar o cálculo de contribuições em atraso, do contribuinte autônomo, empregado doméstico, empresário, facultativo e do segurado especial, filiados até 28/11/1999.
  • Contribuintes Filiados a partir de 29/11/1999: Permite efetuar o cálculo de contribuições em atraso do contribuinte individual, doméstico, facultativo e do segurado especial, filiados a partir de 29/11/1999, inclusive.
  • Empresas e Equiparadas e Órgãos Públicos: Permite efetuar o cálculo de contribuições em atraso, de empresas/equiparadas e órgãos públicos.

3.Insira o número do PIS/PASEP do contribuinte pessoa física ou CNPJ, no caso de empresa;

4.Responda a validação de segurança, “captcha”;

5.Clique em “Confirmar” 

6.Informe os dados solicitados para cálculo GPS em atraso;

7.Acesse e imprima a GPS atualizada.

Lista de códigos para gerar GPS em atraso

Agora que você já sabe como funciona o cálculo GPS em atraso, é importante que você conheça a lista de códigos para geração da Guia de Previdência Social.

Durante o cálculo GPS em atraso o sistema solicitará o preenchimento de três informações, são elas:

  • Competência da guia que deve ser gerada;
  • Valor da remuneração na competência;
  • Código de recolhimento da GPS.

O correto preenchimento do código de recolhimento é fundamental para que você não tenha problemas futuros na hora de solicitar a sua aposentadoria.

Confira a tabela completa de códigos de recolhimento do INSS:

  • 1007 Contribuinte Individual – Mensal
  • 1104 Contribuinte Individual – Trimestral
  • 1120 Contribuinte Individual – Mensal – Com dedução de 45% (Lei 9.876/1999)
  • 1147 Contribuinte Individual – Trimestral – Com dedução de 45% (Lei 9.876/1999)
  • 1287 Contribuinte Individual – Rural Mensal
  • 1228 Contribuinte Individual – Rural Trimestral
  • 1805 Contribuinte Individual – Rural Mensal – Com dedução de 45% (Lei 9.876/1999)
  • 1813 Contribuinte Individual – Rural Trimestral – Com dedução de 45% (Lei 9.876/1999)
  • 1406 Facultativo – Mensal
  • 1457 Facultativo – Trimestral
  • 1821 Facultativo / Exercente de Mandato Eletivo / Recolhimento Complementar
  • 1163 Contribuinte Individual – Mensal
  • 1180 Contribuinte Individual – Trimestral
  • 1295 Contribuinte Individual – Mensal – Complementação 9% (para plano normal)
  • 1198 Contribuinte Individual – Trimestral – Complementação 9% (para plano normal)
  • 1910 Microempreendedor Individual – MEI – Mensal – Complementação 15% (para plano normal)
  • 1236 Contribuinte Individual – Rural Mensal
  • 1252 Contribuinte Individual – Rural Trimestral
  • 1244 Contribuinte Individual – Rural Mensal – Complementação 9% (para plano normal)
  • 1260 Contribuinte Individual – Rural Trimestral – Complementação 9% (para plano normal)
  • 1473 Facultativo – Mensal
  • 1490 Facultativo – Trimestral
  • 1686 Facultativo – Mensal – Complementação 9% (para plano normal)
  • 1694 Facultativo – Trimestral – Complementação 9% (para plano normal)
  • 1473 Facultativo – Mensal
  • 1490 Facultativo – Trimestral
  • 1686 Facultativo – Mensal – Complementação 9% (para plano normal)
  • 1694 Facultativo – Trimestral – Complementação 9% (para plano normal)

Quais são os juros e multas para cálculo GPS em atraso?

É importante destacar que sobre o cálculo GPS em atraso incide a cobrança de juros e multas, conforme detalhamos abaixo:

Juros: Os juros sobre a GPS em atraso são calculados com base na taxa Selic correspondente ao período em atraso.

Multa: Por sua vez, a multa corresponde a 0,33% por dia em atraso, limitada ao montante máximo de 20% sobre o valor original.

Quais são as alíquotas para contribuição ao INSS?

As alíquotas de contribuição para o INSS variam de 5% a 20% para profissionais autônomos e de 7,5% a 14% para profissionais que trabalham com carteira assinada.

A alíquota utilizada para cálculo leva em consideração o tipo de contribuinte e a sua remuneração no mês de apuração da guia.

Por sinal, esse é mais um dos motivos que reforçam a importância quanto à escolha correta da guia para recolhimento da contribuição previdenciária.

Preciso de contador para calcular GPS em atraso?

Ao longo deste conteúdo você conferiu um passo a passo completo para cálculo GPS em atraso.

Sendo assim, foi possível observar que o contribuinte interessado em regularizar a sua situação com a Previdência Social consegue emitir guias atualizadas para pagamento na internet.

No entanto, também vimos que o preenchimento incorreto de informações pode resultar em problemas para o recebimento da aposentadoria e demais benefícios no futuro.

Diante disso, o melhor mesmo, é contar com o auxílio e assessoria de um serviço de contabilidade online para gerar GPS.

Precisando gerar GPS em atraso? Conte com a Já Calculei, clique aqui e entre em contato conosco!

A Já Calculei Contabilidade Online conta com um time completo de contadores especialistas para tirar todas as suas dúvidas e emitir a guia GPS atualizada, conte sempre conosco!